Mulher denuncia vereador de Anápolis por assédio sexual

Uma jovem denunciou o vereador de Anápolis Mauro José Severiano (PSDB), mais conhecido como Maurão do INPS, por assédio sexual; em boletim de ocorrência feito na quinta-feira (5), a mulher afirma que encontrou o número do vereador em um grupo de empregos; ao entrar em contato para solicitar a vaga, recebeu como resposta um pedido de namoro e que fosse enviada uma foto de corpo inteiro; o vereador se defende e diz que foi vítima de armadilha política

Uma jovem denunciou o vereador de Anápolis Mauro José Severiano (PSDB), mais conhecido como Maurão do INPS, por assédio sexual; em boletim de ocorrência feito na quinta-feira (5), a mulher afirma que encontrou o número do vereador em um grupo de empregos; ao entrar em contato para solicitar a vaga, recebeu como resposta um pedido de namoro e que fosse enviada uma foto de corpo inteiro; o vereador se defende e diz que foi vítima de armadilha política
Uma jovem denunciou o vereador de Anápolis Mauro José Severiano (PSDB), mais conhecido como Maurão do INPS, por assédio sexual; em boletim de ocorrência feito na quinta-feira (5), a mulher afirma que encontrou o número do vereador em um grupo de empregos; ao entrar em contato para solicitar a vaga, recebeu como resposta um pedido de namoro e que fosse enviada uma foto de corpo inteiro; o vereador se defende e diz que foi vítima de armadilha política (Foto: José Barbacena)

Goiás 247 - Uma jovem denunciou o vereador de Anápolis Mauro José Severiano (PSDB), mais conhecido como Maurão do INPS, por assédio sexual.

Em boletim de ocorrência feito na quinta-feira (5/10), a mulher afirma que encontrou o número do vereador em um grupo de empregos. Ao entrar em contato para solicitar a vaga, recebeu como resposta um pedido de namoro e que fosse enviada uma foto de corpo inteiro.

Ele alegou ter sido vítima de uma armadilha política, arquitetada por “políticos poderosos de Anápolis”.

Maurão disse ao Jornal Opção que foi a jovem quem o procurou atrás de um emprego, mas, como não tinha nada no momento para oferecer, pediu que a jovem mandasse uma foto de corpo inteiro para que pudesse arrumar algo no Distrito Agro Industrial de Anápolis (Daia). Questionado sobre o porquê de ter pedido uma imagem de corpo inteiro, ele afirmou que é de praxe que currículos tenham fotos deste tipo.

Apesar de negar que tenha assediado a mulher, ele confirma tê-la pedido em namoro. “Eu não tenho emprego para oferecer e sou um cara solteiro. Não houve assédio, mas eu estou realmente precisando de uma namorada. Eu só sugeri, isso não é assédio sexual. Não estou levando ninguém para motel, não participei de orgias”, declarou o parlamentar.

Conheça a TV 247

Mais de Geral

Ao vivo na TV 247 Youtube 247