Multa para motorista que invade ciclovias despenca em São Paulo

Cada vez menos motoristas são multados por invadir as faixas exclusivas aos ciclistas; nos três primeiros meses de 2018, a queda de notificações de infração foi acentuada: agentes da CET autuaram 40% menos motoristas que estacionam ou transitam nas ciclovias, em comparação com o mesmo período de 2017; dados da prefeitura indicam que de janeiro a março 1.045 multas foram aplicadas, contra 1.756 no primeiro trimestre de 2017

Multa para motorista que invade ciclovias despenca em São Paulo
Multa para motorista que invade ciclovias despenca em São Paulo

247 - Cada vez menos motoristas são multados por invadir as faixas exclusivas aos ciclistas. Nos três primeiros meses de 2018, a queda de notificações de infração foi acentuada: agentes da CET autuaram 40% menos motoristas que estacionam ou transitam nas ciclovias, em comparação com o mesmo período de 2017. Dados da prefeitura indicam que de janeiro a março 1.045 multas foram aplicadas, contra 1.756 no primeiro trimestre de 2017. É a primeira vez que esse índice sofre uma queda, desde o processo de ampliação da rede cicloviária, iniciada em 2014, sob a gestão Fernando Haddad (PT). 

​“A expansão das vias segmentadas como política pública de mobilidade teve início em 2012, na gestão Gilberto Kassab (PSD), quando foi entregue a ciclovia da avenida Faria Lima com 6 km. Até então, a expansão mais recente havia sido em 1993, na gestão do prefeito Paulo Maluf (PP), que entregou 29 km, sendo 25 km dentro de parques.

Foi na gestão Haddad que as vias aos ciclistas ganharam atenção. Em quatro anos, São Paulo passou de 63 km para 498,4 km de ciclovias —muitas delas abertas às pressas e sem conexão com outras. Pela quantidade, as faixas pintadas de tinta vermelha logo ganharam peso político e passaram a ser alvo de resistência de eleitores contrários ao partido do ex-prefeito.”

Leia mais aqui.

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247