Municipários rejeitam proposta da prefeitura

Municipários de Porto Alegre rejeitaram por unanimidade a proposta formalizada pela prefeitura de reajuste de 6,28%, com base no IPCA sem parcelamento, continuando assim a greve da categoria; as movimentações foram caracterizadas como dia de luta contra o assédio moral aos profissionais; cerca de duas mil pessoas participaram da assembleia, conforme o Sindicado dos Municipários de Porto Alegre (Simpa) e da Brigada Militar

Municipários de Porto Alegre rejeitaram por unanimidade a proposta formalizada pela prefeitura de reajuste de 6,28%, com base no IPCA sem parcelamento, continuando assim a greve da categoria; as movimentações foram caracterizadas como dia de luta contra o assédio moral aos profissionais; cerca de duas mil pessoas participaram da assembleia, conforme o Sindicado dos Municipários de Porto Alegre (Simpa) e da Brigada Militar
Municipários de Porto Alegre rejeitaram por unanimidade a proposta formalizada pela prefeitura de reajuste de 6,28%, com base no IPCA sem parcelamento, continuando assim a greve da categoria; as movimentações foram caracterizadas como dia de luta contra o assédio moral aos profissionais; cerca de duas mil pessoas participaram da assembleia, conforme o Sindicado dos Municipários de Porto Alegre (Simpa) e da Brigada Militar (Foto: Leonardo Lucena)

Roberta Fofonka, Sul 21 - Em assembleia geral realizada na manhã desta quarta-feira (4), no Largo Zumbi dos Palmares, os municipários de Porto Alegre rejeitaram por unanimidade a proposta formalizada pelo prefeito José Fortunati na segunda-feira (2) de reajuste de 6,28%, com base no IPCA sem parcelamento, continuando assim a greve da categoria. Hoje as movimentações foram caracterizadas como dia de luta contra o assédio moral aos profissionais. Cerca de duas mil pessoas participaram da assembleia, conforme informações do Sindicado dos Municipários de Porto Alegre (Simpa) e da Brigada Militar. "Um reajuste de 6,28% é insuficiente dentro das pautas que nós entregamos em abril e que só agora resolveram encontrar condições econômicas para pagar o IPCA sem parcelamento. Isso eles já poderiam ter feito, no início de abril" define uma das diretoras gerais do SIMPA, Solange Corrêa.

Os trabalhadores mantêm as reivindicações de reajuste de 20%, vale-alimentação de R$ 23,00, isonomia salarial entre as secretarias, valorização dos profissionais, melhores condições de trabalho, plano de saúde e Plano de Carreira, medidas que revertam as punições sofridas pelos servidores que participam das mobilizações da data-base e abono dos dias parados. Após a assembleia geral, os municipários seguiram em marcha em direção ao centro da cidade. No percurso, cerca de cem pessoas entraram na sede da Secretaria Municipal de Saúde, até as dependências do gabinete do secretário Carlos Casartelli para entregar a ele o troféu de “Top Assédio”, simbolizado com um abacaxi. A marcha culmina com a entrega das pautas decididas hoje à Prefeitura, na Praça Montevideo.

Adesão à greve - Segundo o Simpa, as escolas municipais têm cerca de 95% de adesão à greve. O Conselho Tutelar também manifestou a integração ao movimento, e a Secretaria de Governança está com grande parte dos servidores parados, assim como diversas unidades da Saúde, o DMAE Princesa Isabel, a Fundação de Assistência Social e Cidadania (FASC), o Departamento Municipal de Habitação (DEMHAB), o Departamento Municipal de Limpeza Urbana (DMLU) e outros setores, que estão engajados às proposições Comando de Greve. Na manhã de terça-feira (3) grupo de municipários bloqueou a entrada da estação de transbordo da capital, no Bairro Lomba do Pinheiro. Em frente ao Departamento Municipal de Água e Esgoto (DMAE), cerca de 40 servidores impediram a saída dos caminhões.

Agenda fixada para os próximos dias - A menos que surja alguma outra proposta, foi estabelecido um calendário de ações até sexta-feira (6). Hoje à noite, está marcada uma vigília luminosa no Paço Municipal. Na quinta-feira (5) ocorre um ato público às 7h na Coordenação do Centro de Água do Departamento Municipal de Água e Esgoto (DMAE), que fica na Avenida Princesa Isabel, 1145, no bairro Santana. Ainda na quinta, a partir das 14h, os servidores realizam uma festa junina no Paço Municipal e na sexta-feira, após manifestação do Paço Municipal às 9h, ocorre nova assembleia geral a partir das 14h.

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247