Município do sertão é destaque na geração de emprego

Difícil imaginar que um dia um município localizado no Sertão de Alagoas seria destaque na emprego formal no mês de julho e não um localizado na Zona da Mata ou no Agreste; mas é verdade; Inhapi, com menos de 30 mil habitantes, registrou 667 trabalhadores admitidos, sem nenhum desligamento; esse aumento de postos de trabalho está relacionado à continuação das obras do Canal do Sertão no seu trecho 3  

Difícil imaginar que um dia um município localizado no Sertão de Alagoas seria destaque na emprego formal no mês de julho e não um localizado na Zona da Mata ou no Agreste; mas é verdade; Inhapi, com menos de 30 mil habitantes, registrou 667 trabalhadores admitidos, sem nenhum desligamento; esse aumento de postos de trabalho está relacionado à continuação das obras do Canal do Sertão no seu trecho 3
 
Difícil imaginar que um dia um município localizado no Sertão de Alagoas seria destaque na emprego formal no mês de julho e não um localizado na Zona da Mata ou no Agreste; mas é verdade; Inhapi, com menos de 30 mil habitantes, registrou 667 trabalhadores admitidos, sem nenhum desligamento; esse aumento de postos de trabalho está relacionado à continuação das obras do Canal do Sertão no seu trecho 3   (Foto: Voney Malta)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

Pinehas Furtado/agenciaalagoas.al.gov.br - Inhapi foi o município, com menos de 30 mil habitantes, que mais se destacou na contratação de emprego formal no mês de julho. Foram 667 trabalhadores admitidos ao todo, sem nenhum desligamento.

Esse grande aumento de postos de trabalho no município está relacionado à continuação das obras do Canal do Sertão no seu trecho 3, o qual contempla os municípios de  Olho D'água do Casado, Inhapi,  Senador Rui Palmeira e Água Branca com 30 quilômetros de obras.

Os dados foram analisados pelo Observatório do Trabalho, com base no relatório do Cadastro Geral do Emprego e Desemprego do Ministério do Trabalho e Emprego.

De acordo com a professora de economia e coordenador do Observatório do Trabalho, Ana Maria Milani, o setor da construção civil, responsável pela obra, foi o que apresentou uma reação positiva num cenário recessivo no Estado.

"Em geral, as  grandes obras de infraestrutura trazem dinamismo no sentido que geram potencialidades econômicas e sociais. Assim, o grande impacto se refletiu no aumento das contratações no mês de julho para dar continuidade as obras", afirmou a especialista.

Mais de 30 mil

Com relação ao emprego formal nos municípios de mais de 30 mil habitantes, Coruripe destacou-se com saldo positivo de 119 contratações, entre 178 admissões e 59 desligamentos, junto com Arapiraca que apresentou um salto positivo de 86 novos postos de trabalho, resultado de 1.019 admissões e 933 desligamentos.

Além da construção civil, o setor que apresentou um saldo positivo nas admissões de emprego formal no estado foi o da agropecuária com saldo de 172 novos postos de trabalho.

"Apesar dos resultados negativos da economia nacional, o  mercado  de  trabalho  formal  alagoano  vem demonstrando  sinais de recuperação em alguns setores após a queda acentuada do mês de abril de 2015", declarou Ana Maria Milani.

 

O conhecimento liberta. Saiba mais

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247