Municípios de AL devem perder R$ 18,5 mi de FPM

Para Maceió a previsão é de que nos próximos oito meses a perda seja de R$ 5 mi. Para todo o Estado o valor deve chegar a quase R$ 19 mi. O choro dos prefeitos está sendo provocado pela decisão do governo federal em manter a continuidade da redução do IPI até dezembro. Presidente da Associação dos Municípios Alagoanos, Marcelo Beltrão, diz que situação administrativa das prefeituras está ficando insustentável. 80% dos municípios dependem dos repasses para pagar servidores e os contratos de serviços públicos. Cálculos são da Confederação Nacional dos Municípios (CNM).

Municípios de AL devem perder R$ 18,5 mi de FPM
Municípios de AL devem perder R$ 18,5 mi de FPM
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

Alagoas247 - Os municípios de Alagoas podem deixar de receber este ano R$ 18,5 milhões em recursos do Fundo de Participação dos Municípios (FPM). A previsão de queda nos repasses para o restante de 2013 leva em consideração a medida do governo federal de prorrogar as desonerações do Imposto sobre Produtos Industrializados (IPI) para automóveis.

Como o IPI engrossa parte dos recursos que formam o FPM, os prefeitos e associações de municípios pelo Brasil afora já fizeram as contas.

Segundo a Confederação Nacional dos Municípios (CNM), no caso de Alagoas, a capital deve deixar de receber R$ 5,3 milhões. Em seguida, aparece Arapiraca com R$ 1,1 milhão. As demais localidades devem ter perdas que variam entre R$ 100 mil e R$ 300 mil. Palmeira dos Índios, por exemplo, deve deixar de receber R$ 378 mil, enquanto Penedo e São Miguel dos Campos, R$ 347 mil cada um.

 

Maceió

O prefeito de Maceió, Rui Palmeira (PSDB), anunciou, nesta quinta-feira (04), que é necessário “apertar o cinto” quanto à queda do Fundo de Participação dos Municípios (FPM). Somente Maceió vai perder verba de R$ 5 milhões destinada a várias áreas. O anúncio de Palmeira foi feito nesta manhã, durante solenidade de posse do Conselho Municipal de Economia Solidária, na sede da Associação Comercial, no Jaraguá. Ele disse que a cidade vai enfrentar a perda do recurso federal nos próximos oito meses. “Será necessário apertar o cinto e cortar o que for preciso para o andamento da máquina pública.


Em sua fala, Rui citou que a queda do FPM tem relação direta com o corte do governo federal. “Infelizmente, o governo teve que cortar gastos e isso refletiu em alguns municípios alagoanos”, reforçou Palmeira.

Ao todo, R$ 18,5 milhões serão perdidos após anúncio da presidente Dilma Rousseff. A previsão de queda nos repasses para o restante de 2013 leva em consideração a medida do governo federal de prorrogar as desonerações do Imposto sobre Produtos Industrializados (IPI) para automóveis.

No ranking estadual, aparece Arapiraca, com queda de R$ 1,1 milhão. Já Palmeira dos Índios, por exemplo, deixa de receber R$ 378 mil, enquanto Penedo e São Miguel dos Campos, R$ 347 mil cada um.

com gazetaweb.com

 

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

WhatsApp Facebook Twitter Email