Na histórica Diamantina de JK, Niemeyer é maltratado

Ironicamente, justamente na cidade natal do governante que encomendou a Niemeyer suas maiores obras, o desrespeito aos projetos é marcante. Um dos prédios passou por tantas reformas que nem mais é reconhecido pelo escritório do célebre arquiteto

Na histórica Diamantina de JK, Niemeyer é maltratado
Na histórica Diamantina de JK, Niemeyer é maltratado
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

Minas 247 - Dimantina é a terra de Juscelino Kubitschek e, como se sabe, uma cidade histórica que conserva parte do seu patrimônio. Parte. Pois justamente imóveis projetados pelo maior arquiteto brasileiro da história, Oscar Niemeyer, estão em péssimo estado de conservação na cidade. Uma ironia que isso ocorra justamente na cidade onde nasceu JK, governante reponsável pelas encomendas públicas que originaram a Pampulha e Brasília -- duas das principais, senão principais, obras de Niemeyer, morto em 5 dezembro último, aos 104 anos.

O jornalista Ernesto Braga, do jornal Hoje em Dia, elencou os problemas com essas obras. O Clube Social, por exemplo, foi inaugurado em 1950, num projeto modernista em meio à arquitetura colonial de Diamantina. Hoje, está abandonado e é alvo constante de vândalos. A prefeitura da cidade alugou o espaço para uma academia de ginástica, mas as goteiras, nos dias de chuva, são comuns.

O problema mais sério vem de um imóvel de Niemeyer que hoje pertence à Universidade Federal dos Vales do Jequitinhonha e Mucuri (UFVJM). O prédio passou por várias reformas e, hoje, não é reconhecido pelo escritório do famoso arquiteto brasileiro.

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

Cortes 247

Apoie o 247

WhatsApp Facebook Twitter Email