"Não dou credibilidade a pesquisas da oposição"

O fato de ser o terceiro colocado entre os três principais nomes que disputarão o governo da Bahia não incomoda o petista Rui Costa; ele disse que não leva em conta resultado de pesquisas que, segundo ele, são encomendadas pelos adversários, entre elas a Ibope divulgada há uma semana, a qual apontou Paulo Souto (DEM) com 41% das intenções de voto contra 11% de Lídice da Mata (PSB) e apenas 9% do petista; "Não dou credibilidade a pesquisas contratadas pela oposição. Vamos seguir com as pesquisas internas que mostram um cenário bem diferente do que eles divulgam"

O fato de ser o terceiro colocado entre os três principais nomes que disputarão o governo da Bahia não incomoda o petista Rui Costa; ele disse que não leva em conta resultado de pesquisas que, segundo ele, são encomendadas pelos adversários, entre elas a Ibope divulgada há uma semana, a qual apontou Paulo Souto (DEM) com 41% das intenções de voto contra 11% de Lídice da Mata (PSB) e apenas 9% do petista; "Não dou credibilidade a pesquisas contratadas pela oposição. Vamos seguir com as pesquisas internas que mostram um cenário bem diferente do que eles divulgam"
O fato de ser o terceiro colocado entre os três principais nomes que disputarão o governo da Bahia não incomoda o petista Rui Costa; ele disse que não leva em conta resultado de pesquisas que, segundo ele, são encomendadas pelos adversários, entre elas a Ibope divulgada há uma semana, a qual apontou Paulo Souto (DEM) com 41% das intenções de voto contra 11% de Lídice da Mata (PSB) e apenas 9% do petista; "Não dou credibilidade a pesquisas contratadas pela oposição. Vamos seguir com as pesquisas internas que mostram um cenário bem diferente do que eles divulgam" (Foto: Romulo Faro)

Bahia 247 - O fato de ser o terceiro colocado entre os três principais nomes que disputarão o governo da Bahia neste ano não incomoda o deputado federal Rui Costa, do PT. Em entrevista à rádio Metrópole nesta segunda-feira (2), ele disse que não leva em conta resultado de pesquisas que, segundo ele, são encomendadas pelos adversários, entre elas a Ibope divulgada na semana.

Levantamento apontou o ex-governador Paulo Souto, do DEM, com 41% das intenções de voto contra 11% da senadora Lídice da Mata (PSB) e apenas 9% do petista.

"Eu não dou credibilidade a pesquisas contratadas pela oposição. Vamos seguir com as pesquisas internas que mostram um cenário bem diferente do que eles divulgam. A campanha começa no dia 5 de junho e eu vou construir a vitória no dia 5 de outubro. Vamos construir a vitória nas urnas, no primeiro turno, pode anotar", disse Rui Costa.

Ele aproveitou para minimizar também a força que os adversários da chapa DEM-PSDB-PMDB alegam ter no interior do estado. "Mais de 360 prefeitos estão nos apoiando. Você encontra aqui e ali um prefeito ou ex que apoie a candidatura dele (Paulo Souto), porque sentiu na pele, na relação do seu município com o governo, uma relação fria, quando não grosseira. Essa pesquisa busca criar um ambiente para atrair apoio para candidatura dele", disse Rui.

O petista avalia que é demasiadamente precoce considerar resultado de pesquisas de intenção de voto. "É igual a comentarista antes de o juiz apitar o início da partida. A partida começa em 5 de junho. Como alguém pode prever o resultado de uma partida de futebol antes de o juiz dar o início? Vira um exercício de adivinhação. Não estamos preocupados com pesquisas. Estamos preocupados em preparar programa de governo, ouvir a população".

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247