“Não faremos balcão de negócios com partidos”, afirma Daniel

O presidente do MDB Goiás e pré-candidato do partido ao governo, deputado federal Daniel Vilela, afirmou em entrevista à Rádio Sucesso 98,3 FM, que não fará balcão de negócios com partidos e que as siglas que estão discutindo aliança com o MDB o fazem em função de um novo projeto para Goiás; “Nós defendemos uma nova prática política e não estamos dispostos a entrar nesse balcão de negócios de partidos que tentam fazer com que o pré-candidato se comprometa com situações extremamente prejudiciais ao governo e à população”, disse

O presidente do MDB Goiás e pré-candidato do partido ao governo, deputado federal Daniel Vilela, afirmou em entrevista à Rádio Sucesso 98,3 FM, que não fará balcão de negócios com partidos e que as siglas que estão discutindo aliança com o MDB o fazem em função de um novo projeto para Goiás; “Nós defendemos uma nova prática política e não estamos dispostos a entrar nesse balcão de negócios de partidos que tentam fazer com que o pré-candidato se comprometa com situações extremamente prejudiciais ao governo e à população”, disse
O presidente do MDB Goiás e pré-candidato do partido ao governo, deputado federal Daniel Vilela, afirmou em entrevista à Rádio Sucesso 98,3 FM, que não fará balcão de negócios com partidos e que as siglas que estão discutindo aliança com o MDB o fazem em função de um novo projeto para Goiás; “Nós defendemos uma nova prática política e não estamos dispostos a entrar nesse balcão de negócios de partidos que tentam fazer com que o pré-candidato se comprometa com situações extremamente prejudiciais ao governo e à população”, disse (Foto: José Barbacena)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

Goiás 247 - O presidente do MDB Goiás e pré-candidato do partido ao governo, deputado federal Daniel Vilela, afirmou em entrevista à Rádio Sucesso 98,3 FM, que não fará balcão de negócios com partidos e que as siglas que estão discutindo aliança com o MDB o fazem em função de um novo projeto para Goiás. “Nós defendemos uma nova prática política e não estamos dispostos a entrar nesse balcão de negócios de partidos que tentam fazer com que o pré-candidato se comprometa com situações extremamente prejudiciais ao governo e à população”, disse.

Daniel Vilela comentou ainda a possibilidade de apoio de partidos ao projeto que o MDB está construindo junto da população. “Estarão ao nosso lado os partidos convergentes no pensamento de uma nova prática política e administrativa para Goiás. Estamos conversando com PRTB, PRP, PSD, PP e tantos outros". A coluna Giro, do jornal O Popular, traz hoje a informação de que o PRTB deve anunciar apoio em breve.

“O que temos visto é que alguns acabam inflando seu arco de alianças, mesmo sem ter nada fechado, para tentar induzir uma ideia de força. Essa é outra prática antiga que visa enganar a população”, afirma o pré-candidato do MDB. Durante a entrevista ao jornalista Oloares Ferreira e ao cientista político Jones Matos, Daniel reafirmou que as decisões sobre alianças acontecem na véspera do prazo final das convenções, que neste ano se findam no início de agosto.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como:

• Cartão de crédito na plataforma Vindi: acesse este link

• Boleto ou transferência bancária: enviar email para [email protected]

• Seja membro no Youtube: acesse este link

• Transferência pelo Paypal: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Patreon: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Catarse: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Apoia-se: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Vakinha: acesse este link

Inscreva-se também na TV 247, siga-nos no Twitter, no Facebook e no Instagram. Conheça também nossa livraria, receba a nossa newsletter e ative o sininho vermelho para as notificações.

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247