‘Não há prova alguma contra Lula’, afirma deputado

O deputado federal João Daniel (PT-SE) repudiou a criminalização que vem sendo feita da política e do ex-presidente Lula, que, mais uma vez, prestou depoimento ao juiz Sergio Moro; de acordo com o congressista, o ex-presidente está sendo perseguido; “O presidente Lula precisa ser respeitado. Não há prova nenhuma em lugar nenhum contra ele, a não ser perseguição, não contra o presidente Lula, mas contra a classe trabalhadora, contra os pobres, contra a esquerda. É preciso respeitar o maior líder popular que se construiu na história do Brasil”

O deputado federal João Daniel (PT-SE) repudiou a criminalização que vem sendo feita da política e do ex-presidente Lula, que, mais uma vez, prestou depoimento ao juiz Sergio Moro; de acordo com o congressista, o ex-presidente está sendo perseguido; “O presidente Lula precisa ser respeitado. Não há prova nenhuma em lugar nenhum contra ele, a não ser perseguição, não contra o presidente Lula, mas contra a classe trabalhadora, contra os pobres, contra a esquerda. É preciso respeitar o maior líder popular que se construiu na história do Brasil”
O deputado federal João Daniel (PT-SE) repudiou a criminalização que vem sendo feita da política e do ex-presidente Lula, que, mais uma vez, prestou depoimento ao juiz Sergio Moro; de acordo com o congressista, o ex-presidente está sendo perseguido; “O presidente Lula precisa ser respeitado. Não há prova nenhuma em lugar nenhum contra ele, a não ser perseguição, não contra o presidente Lula, mas contra a classe trabalhadora, contra os pobres, contra a esquerda. É preciso respeitar o maior líder popular que se construiu na história do Brasil” (Foto: Leonardo Lucena)

Sergipe 247 - O deputado federal João Daniel (PT-SE) repudiou a criminalização que vem sendo feita da política e do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva. Nessa quarta-feira, o petista prestou depoimento ao juiz de primeira instância da Justiça Federal em Curitiba, no Paraná, Sergio Moro. Em discurso na Câmara, o deputado disse que o País tem acompanhado novas denúncias, investigações e inquéritos e lamentou que setores conservadores e a parte da grande mídia queiram ver um Parlamento fraco, humilhado, sendo chamado pela população de ladrão e bandido. Segundo o congressista, Lula está sendo perseguido.

“O presidente Lula precisa ser respeitado. Não há prova nenhuma em lugar nenhum contra ele, a não ser perseguição, não contra o presidente Lula, mas contra a classe trabalhadora, contra os pobres, contra a esquerda. É preciso respeitar o maior líder popular que se construiu na história do Brasil”, afirmou João Daniel.

O parlamentar lembrou que o ex-presidente Lula está em caravana pelo Brasil e, como nunca antes, nem em 1989, é aplaudido e respeitado pela sua liderança, pelo que foi quando encerrou o seu governo em 2010, quando saiu da Presidência da República com mais de 80% de aprovação. “O que se está fazendo contra o ex-presidente Lula e, para generalizar, a política como bandida, ladra e corrupta é com o objetivo de transformar o nosso país num debate baixo, pequeno, desmoralizado e garantir que a população se afaste daqueles que são os verdadeiros líderes, honestos e corretos”, avaliou o deputado.

Em parte, reconheceu o deputado, a oposição de hoje, não deveria ter suportado a ofensiva de ódio contra a então presidenta Dilma Rousseff feita pelos setores conservadores que não aceitaram sua reeleição e que ardorosamente trabalharam contra ela, o Partido dos Trabalhadores e pela criminalização da política, apoiados pelos que foram às ruas fazer panelaços pelo impeachment e com a justificativa de combate à corrupção. “E agora acompanhamos e assistimos toda esta situação criada em nosso país”, disse.

 

 

Conheça a TV 247

Mais de Geral

Ao vivo na TV 247 Youtube 247