‘Não poderíamos marchar ao lado dos golpistas’

Quem também comemorou a decisão da bancada do PT na Câmara dos Deputados de apoiar a candidatura de André Figueiredo (PDT-CE) na disputa pela presidência da Casa foi o baiano Valmir Assunção; "O PT sempre foi um partido da luta democrática. Não iremos em um momento delicado como este marchar ao lado daqueles que deram um golpe e suspenderam a democracia no Brasil. André Figueiredo representa aquelas e aqueles que se levantaram contra essa violência - que foi o saque da primeira mulher presidenta do Brasil, reeleita com mais de 54 milhões de voto da presidência da República sem ter cometido nenhum ato que justificasse isto", disse o deputado

Valmir Assunção
Valmir Assunção (Foto: Romulo Faro)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

Bahia 247 - A bancada do PT na Câmara dos Deputados reagiu com alívio à decisão do partido de apoiar a candidatura do deputado André Figueiredo, do PDT do Ceará, na disputa pela presidência da Casa.

Contente, o deputado baiano Valmir Assunção disse que a posição era defendida pela corrente interna do PT da qual ele faz parte, a Esquerda Popular Socialista (EPS).

"O PT sempre foi um partido da luta democrática. Não iremos em um momento delicado como este marchar ao lado daqueles que deram um golpe e suspenderam a democracia no Brasil. André Figueiredo representa aquelas e aqueles que se levantaram contra essa violência - que foi o saque da primeira mulher presidenta do Brasil, reeleita com mais de 54 milhões de voto da presidência da República sem ter cometido nenhum ato que justificasse isto".

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

WhatsApp Facebook Twitter Email