"Nem deveria ser discutido", diz microbiologista sobre abertura de igrejas

A microbiologista Natalia Pasternak também afirmou que "os próprios líderes deveriam usar suas posições para passar a informação correta"

Microbiologista Natalia Pasternak
Microbiologista Natalia Pasternak (Foto: Divulgação)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - A microbiologista Natalia Pasternak criticou a decisão do ministro Supremo Tribunal Federal Kasiso Nunes Marques de liberar a realização de cultos e missas presenciais, e afirmou que os líderes religiosos deveriam explicar por que não é possível realizar os cultos presencialmente.

"Os próprios líderes deveriam usar suas posições para passar a informação correta. É pena que alguns não o façam — muitos fazem — e que haja um jogo político se aproveitando dessa situação", disse Pasternak em entrevista à CNN Brasil nesse domingo (4). 

A decisão de Kassio Nunes não consenso dentro do STF. O ministro Marco Aurélio Mello repudiou o posicionamento do seu colega. "Pobre Supremo, pobre Judiciário", disse. 

Inscreva-se no canal Cortes 247 e saiba mais: 

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

Cortes 247

Apoie o 247

WhatsApp Facebook Twitter Email