Nível do Rio Manso ultrapassa os 50%

As chuvas que caíram em Belo Horizonte e região metropolitana no fim de semana aumentaram o volume dos reservatórios que abastecem a Grande BH; o nível do sistema Paraopeba, por exemplo, passou de 34,8% registrado neste domingo (22) para 36,9% nesta terça-feira (24); já o Rio Manso passou de 50% pela primeira vez este ano, chegando a 50,2% nesta terça; um dia antes, ele estava em 48%; a vazão do Rio das Velhas, em Honório Bicalho, Nova Lima, pulou de 48,8 m³/s em 24 horas; o sistema Serra Azul subiu para 13,7%, e o da Vargem das Flores alcançou 38,2% nesta segunda

As chuvas que caíram em Belo Horizonte e região metropolitana no fim de semana aumentaram o volume dos reservatórios que abastecem a Grande BH; o nível do sistema Paraopeba, por exemplo, passou de 34,8% registrado neste domingo (22) para 36,9% nesta terça-feira (24); já o Rio Manso passou de 50% pela primeira vez este ano, chegando a 50,2% nesta terça; um dia antes, ele estava em 48%; a vazão do Rio das Velhas, em Honório Bicalho, Nova Lima, pulou de 48,8 m³/s em 24 horas; o sistema Serra Azul subiu para 13,7%, e o da Vargem das Flores alcançou 38,2% nesta segunda
As chuvas que caíram em Belo Horizonte e região metropolitana no fim de semana aumentaram o volume dos reservatórios que abastecem a Grande BH; o nível do sistema Paraopeba, por exemplo, passou de 34,8% registrado neste domingo (22) para 36,9% nesta terça-feira (24); já o Rio Manso passou de 50% pela primeira vez este ano, chegando a 50,2% nesta terça; um dia antes, ele estava em 48%; a vazão do Rio das Velhas, em Honório Bicalho, Nova Lima, pulou de 48,8 m³/s em 24 horas; o sistema Serra Azul subiu para 13,7%, e o da Vargem das Flores alcançou 38,2% nesta segunda (Foto: Leonardo Lucena)

Minas 247 - As chuvas que caíram em Belo Horizonte e região metropolitana no fim de semana aumentaram o volume dos reservatórios que abastecem a Grande BH. O nível do sistema Paraopeba, por exemplo, passou de 34,8% registrado neste domingo (22) para 36,9% nesta terça-feira (24). Já o Rio Manso passou de 50% pela primeira vez este ano, chegando a 50,2% nesta terça. Um dia antes, ele estava em 48%.

A vazão do Rio das Velhas, em Honório Bicalho, Nova Lima, pulou de 48,8 m³/s nessa segunda, para 104,6 m³/s nesta terça. O volume do sistema Serra Azul subiu para 13,7% nesta data, um ponto a mais que no dia anterior e cinco a mais em comparação ao mesmo dia no mês passado. O volume da Vargem das Flores, que têm aumentado gradualmente, alcançou 38,2% nesta segunda.

De acordo com o professor de engenharia hidráulica e recursos hídricos da Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG) Luiz Rafael Palmier, as chuvas podem ajudar a amenizar a seca mais pra frente.

"Essa água fica no solo durante o período chuvoso e no período de seca ela continua ali, e ajuda a sustentar o rio quando não chove. Então, por exemplo, o aumento destes níveis agora provavelmente irá refletir lá pro meio do ano, quando possivelmente estaremos em um período de mais seca", disse. As informações são do jornal O Tempo.

No entanto, em comparação com os anos anteriores, os níveis e volumes dos reservatórios continuam baixos. Em junho de 2013 o sistema Paraopeba estava em 92,7%, enquanto o Rio Manso chegava ao seu limite, aos 100% de volume nos primeiros meses do mesmo ano. Em abril do mesmo ano, o volume do reservatório Serra Azul atingiu 84,9%, enquanto em maio da Vargem das Flores estava em 82,4%, nível que nunca foi atingido desde então.

O meteorologista Heriberto dos Anjos, do Instituto TempoClima Puc Minas, afirmou que nos últimos dias o volume das chuvas em Belo Horizonte, que foi em torno de 70 milímetros, é significativo. "Com a chuva dos últimos dias melhorou o nível dos reservatórios, mas ainda não estamos em uma situação de conforto", disse.

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247