Nível do Sistema Cantareira chega a 14,3%

O nível do Sistema Cantareira aumentou mais uma vez ao passar de 14% para 14,3% após acúmulo de 0,7 milímetros (mm) de chuva em 24 horas, de acordo com dados da Companhia de Saneamento Básico do Estado de São Paulo (Sabesp); no mês, a pluviometria do sistema acumula 132,2 mm, sendo que a média histórica para o período é de 178 mm

O nível do Sistema Cantareira aumentou mais uma vez ao passar de 14% para 14,3% após acúmulo de 0,7 milímetros (mm) de chuva em 24 horas, de acordo com dados da Companhia de Saneamento Básico do Estado de São Paulo (Sabesp); no mês, a pluviometria do sistema acumula 132,2 mm, sendo que a média histórica para o período é de 178 mm
O nível do Sistema Cantareira aumentou mais uma vez ao passar de 14% para 14,3% após acúmulo de 0,7 milímetros (mm) de chuva em 24 horas, de acordo com dados da Companhia de Saneamento Básico do Estado de São Paulo (Sabesp); no mês, a pluviometria do sistema acumula 132,2 mm, sendo que a média histórica para o período é de 178 mm (Foto: Leonardo Lucena)

Flávia Albuquerque — Repórter da Agência Brasil

O nível do Sistema Cantareira aumentou mais uma vez ao passar de 14% para 14,3% após acúmulo de 0,7 milímetros (mm) de chuva de ontem (12) para hoje (13), de acordo com dados da Companhia de Saneamento Básico do Estado de São Paulo (Sabesp). No mês, a pluviometria do sistema acumula 132,2 mm, sendo que a média histórica para o período é de 178 mm.

O volume de água armazenada nos demais mananciais de abastecimento administrados pela Sabesp também aumentou com exceção do Alto Tietê que ficou estável em 20,3%, mesmo com os 5,9 mm de chuva que caíram na área, acumulando 98,9 mm (média histórica 172,4 mm).

Na Represa do Guarapiranga, o nível passou de 71,2% para 72%. No Rio Grande passou de 93,3% para 95,1%. No Alto Cotia aumentou de 53,3% para 53,6% e no sistema Rio Claro de 39,9% para 40%.

Conheça a TV 247

Mais de Geral

Ao vivo na TV 247 Youtube 247