No Uruguai, Marconi alinha parcerias do país com Goiás

O governador Marconi Perillo comandou extensa agenda de trabalho no primeiro dia da Missão Comercial do Governo de Goiás no Cone Sul, começando pelo Uruguai; último compromisso desta sexta-feira em Montevidéu, Marconi e o deputado estadual Jean Carlo, que integra a comitiva pela Assembleia Legislativa, se reuniram com líderes do Uruguai XXI e Instituto Nacional de Logística (Inalog); Marconi também participou de reuniões nos ministérios do Turismo, Educação, Relações Exteriores

O governador Marconi Perillo comandou extensa agenda de trabalho no primeiro dia da Missão Comercial do Governo de Goiás no Cone Sul, começando pelo Uruguai; último compromisso desta sexta-feira em Montevidéu, Marconi e o deputado estadual Jean Carlo, que integra a comitiva pela Assembleia Legislativa, se reuniram com líderes do Uruguai XXI e Instituto Nacional de Logística (Inalog); Marconi também participou de reuniões nos ministérios do Turismo, Educação, Relações Exteriores
O governador Marconi Perillo comandou extensa agenda de trabalho no primeiro dia da Missão Comercial do Governo de Goiás no Cone Sul, começando pelo Uruguai; último compromisso desta sexta-feira em Montevidéu, Marconi e o deputado estadual Jean Carlo, que integra a comitiva pela Assembleia Legislativa, se reuniram com líderes do Uruguai XXI e Instituto Nacional de Logística (Inalog); Marconi também participou de reuniões nos ministérios do Turismo, Educação, Relações Exteriores (Foto: José Barbacena)

Goiás 247 - O governador Marconi Perillo comandou extensa agenda de trabalho no primeiro dia da Missão Comercial do Governo de Goiás no Cone Sul, começando pelo Uruguai. O último compromisso desta sexta-feira em Montevidéu, Marconi e o deputado estadual Jean Carlo, que integra a comitiva pela Assembleia Legislativa, se reuniram com líderes do Uruguai XXI e Instituto Nacional de Logística (Inalog).

No encontro, o governador de Goiás propôs acordo de cooperação para área de segurança e relacionamento comercial, entre o Estado e o país sul-americano. O Uruguai XXI é equivalente à Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos (Apex-Brasil) atua para promover os produtos e serviços brasileiros no exterior e atrair investimentos estrangeiros para setores estratégicos da economia brasileira.

Os representantes dos dois organismos se disseram impressionados com as potencialidades da economia de Goiás e afirmaram que há grande potencial de crescimento das relações bilaterais, especialmente nas áreas comerciais, do agronegócio e do turismo. "Vamos, a partir de agora, apresentar os nossos mercados e estabelecer um elo definitivo de integração com os uruguaios", disse o governador.

O objetivo da missão nos países sul-americanos é aprofundar as relações comerciais com os três países, especialmente nas áreas relacionadas ao agronegócio. A agenda de trabalho de Marconi começou nesta sexta-feira em Montevidéu, no Uruguai. Neste sábado, o governador participa das atividades da ExpoPrado, quando se reúne com a direção da Associação Rural do Uruguai para apresentar os números e o mercado do agronegócio de Goiás e do Brasil Central.

Na agenda da Missão Comercial do Governo de Goiás no Cone Sul, nesta sexta-feira, (8), em Montevidéu, o governador Marconi Perillo se reuniu com o ministro do Interior, Eduardo Bonomi, e com o vice-Ministro da pasta Jorge Vázquez para apresentar as potencialidades de Goiás e falar sobre o Consórcio dos Governadores do Brasil Central. O objetivo é atrair novos investimentos para o Estado e estreitar as relações comerciais entre os uruguaios e Goiás.

"O Brasil Central é uma região muito forte, com mais de 20 milhões de habitantes, grande produtor de carnes e grãos. São sete Estados que têm uma participação muito importante neste momento de crise que o Brasil atravessa", disse o governador. Marconi lembrou que o Centro-Oeste é responsável por 50% da produção de alimentos do País e que a região está crescendo acima da média nacional, tanto em termos econômicos quanto humanos. "Goiás foi o Estado que mais reduziu as desigualdades sociais nos últimos anos", disse.

"Vamos incrementar as relações do Brasil com o Uruguai. O brasileiro conhece menos do que deveria deste país e a nossa região é pouco conhecida aos olhos do mundo, por isso decidimos realizar essa Missão", disse o governador após a reunião. Entre os temas da reunião com o ministro do Interior, Eduardo Bonomi, foram tratados a segurança nas fronteiras e a necessidade de integração de Brasil e Uruguai nessa área. O ministro vai visitar Goiás para conhecer o Pacto de Segurança e os investimentos do Governo do Estado.

"Fico muito honrado de estar recebendo está primeira visita oficial do governador de Goiás aqui no país, principalmente num momento que o Brasil está em um processo de revitalização da sua economia. O papel de Goiás nesse processo é muito relevante", declarou o embaixador do Brasil no Uruguai, Hadil Fontes da Rocha Vianna.

Mais cedo, o governador Marconi Perillo estabeleceu, em Montevidéu, termo de cooperação com o Governo do Uruguai nas áreas de educação e cultura. A parceria vai promover o intercâmbio de estudantes, por meio do Goiás Sem Fronteiras, formação de professores, ensino da língua inglesa e a aproximação das orquestras sinfônicas do país sul-americano e do Estado.

Marconi foi recebido na manhã desta sexta-feira pela subsecretária de Educação e Cultura do Uruguai, Edith Morais, para discutir os termos da cooperação. Acompanhado da secretária de Estado de Educação, Cultura e Esporte, Raquel Teixeira, o governador apresentou os números e os avanços da educação formal, superior e profissional do Estado e manifestou o interesse das instituições de ensino nas três áreas em estreitar os laços com o Uruguai. Os secretários da Fazenda, João Furtado, e de Gestão e Planejamento, Joaquim Mesquita, que compõem a comitiva, também participaram.

A subsecretária afirmou que a equipe do Ministério de Educação e Cultura do Uruguai ficou "muito impressionada" com o avanço de Goiás na educação, especialmente no que se refere à melhoria do ensino aprendizagem. "Temos muito a cooperar em função das transformações que estamos vivendo na Educação, para que, juntos, possamos oferecer a oferecer o melhor ensino", disse Edith Morais. Ela citou a intenção do governo uruguaio de trabalhar em conjunto no educação básica, com destaque para o ensino de inglês e a formação de professores, além dos investimentos para o emprego das novas tecnologias de informação e comunicação nas escolas.

A subsecretária e o governador também abriram a agenda de cooperação para que as Orquestras Sinfônicas do Uruguai e de Goiás aproximem seus músicos e direções para a formulação de um calendário de concertos nos dois países. Marconi apresentou para Edith Morais os investimentos para criação e formação da Orquestra Filarmônica do Estado de Goiás e para a Orquestra Sinfônica Jovem do Estado de Goiás, destacando que ambas têm mantido calendário frequente de apresentações em diversos países ao redor do mundo.

Marconi comanda até o próximo dia 13 Missão Comercial do Governo de Goiás no Cone Sul. Marconi e comitiva vão aos países vizinhos Uruguai, Argentina e Paraguai para apresentar as potencialidades da economia do Estado para autoridades, empresários e investidores dos três países sul-americanos. A Missão Comercial ao Cone Sul integra a agenda econômica de apresentação das oportunidades de investimentos em Goiás para companhias e investidores estrangeiros, que tem garantido ao Estado a atração de novos empreendimentos, com geração de empregos, mesmo durante a crise econômica nacional.

Conheça a TV 247

Mais de Geral

Ao vivo na TV 247 Youtube 247