Norte e Nordeste lideram insegurança alimentar

Dados do suplemento de Segurança Alimentar da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios (Pnad) 2013, divulgado pelo IBGE, revelam que pelo menos 38,1% dos domicílios da região Nordeste do País têm pessoas em situação de insegurança alimentar; apesar da redução do índice nos últimos anos, cerca de 52 milhões de brasileiros ainda não têm acesso diário à comida de qualidade e na quantidade satisfatória; as regiões Norte e Nordeste foram as regiões que, em 2013, tiveram a maior porcentagem em relação ao território nacional

Dados do suplemento de Segurança Alimentar da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios (Pnad) 2013, divulgado pelo IBGE, revelam que pelo menos 38,1% dos domicílios da região Nordeste do País têm pessoas em situação de insegurança alimentar; apesar da redução do índice nos últimos anos, cerca de 52 milhões de brasileiros ainda não têm acesso diário à comida de qualidade e na quantidade satisfatória; as regiões Norte e Nordeste foram as regiões que, em 2013, tiveram a maior porcentagem em relação ao território nacional
Dados do suplemento de Segurança Alimentar da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios (Pnad) 2013, divulgado pelo IBGE, revelam que pelo menos 38,1% dos domicílios da região Nordeste do País têm pessoas em situação de insegurança alimentar; apesar da redução do índice nos últimos anos, cerca de 52 milhões de brasileiros ainda não têm acesso diário à comida de qualidade e na quantidade satisfatória; as regiões Norte e Nordeste foram as regiões que, em 2013, tiveram a maior porcentagem em relação ao território nacional (Foto: Romulo Faro)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

Bahia 247 - Dados do suplemento de Segurança Alimentar da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios (Pnad) 2013, divulgado nesta quinta-feira (18) pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), revelam que pelo menos 38,1% dos domicílios da região Nordeste do País têm pessoas em situação de insegurança alimentar.

Apesar da redução do índice nos últimos anos, cerca de 52 milhões de brasileiros ainda não têm acesso diário à comida de qualidade e na quantidade satisfatória. No total, dos 65,3 milhões de domicílios registrados, 22,6% estavam em situação de insegurança alimentar. As regiões Norte e Nordeste foram as regiões que, em 2013, tiveram a maior porcentagem em relação ao território nacional.

O IBGE vê decréscimo do percentual nos últimos anos. De 29,5% em 2009 foi para 34,8% em 2004, anos anteriores da pesquisa. Dos 14,7 milhões de domicílios com algum tipo de insegurança (22,6%), em 9,6 milhões (14,8%) viviam 34,5 milhões de pessoas (17,1%) da população residente em domicílios particulares em situação de segurança alimentar leve.

Nesses lares havia a preocupação quanto ao acesso aos alimentos no futuro. Os domicílios com moradores vivendo em situação de insegurança alimentar moderada representavam 4,6% do total.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como:

• Cartão de crédito na plataforma Vindi: acesse este link

• Boleto ou transferência bancária: enviar email para [email protected]

• Seja membro no Youtube: acesse este link

• Transferência pelo Paypal: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Patreon: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Catarse: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Apoia-se: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Vakinha: acesse este link

Inscreva-se também na TV 247, siga-nos no Twitter, no Facebook e no Instagram. Conheça também nossa livraria, receba a nossa newsletter e ative o sininho vermelho para as notificações.

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247