Nova Escola da Polícia Civil começa a funcionar

Governador Marconi inaugurou na sexta-feira a Escola Superior da Polícia Civil (ESPC) e entregou 137 novas viaturas; ambas ações foram realizadas em parceria com o governo federal; em discurso, Marconi fez anúncios importantes para a Segurança Pública, entre eles o de que dará início a um processo para novo concurso público para a Polícia Civil de Goiás; localizada no Setor Bela Vista, em Goiânia, a ESPC tem 44 mil metros quadrados, possui academia de tiros real e outra virtual, nove salas de aula climatizadas e informatizadas, biblioteca com cerca de mil títulos, sala para teleconferência e laboratório de informática 

Governador Marconi inaugurou na sexta-feira a Escola Superior da Polícia Civil (ESPC) e entregou 137 novas viaturas; ambas ações foram realizadas em parceria com o governo federal; em discurso, Marconi fez anúncios importantes para a Segurança Pública, entre eles o de que dará início a um processo para novo concurso público para a Polícia Civil de Goiás; localizada no Setor Bela Vista, em Goiânia, a ESPC tem 44 mil metros quadrados, possui academia de tiros real e outra virtual, nove salas de aula climatizadas e informatizadas, biblioteca com cerca de mil títulos, sala para teleconferência e laboratório de informática 
Governador Marconi inaugurou na sexta-feira a Escola Superior da Polícia Civil (ESPC) e entregou 137 novas viaturas; ambas ações foram realizadas em parceria com o governo federal; em discurso, Marconi fez anúncios importantes para a Segurança Pública, entre eles o de que dará início a um processo para novo concurso público para a Polícia Civil de Goiás; localizada no Setor Bela Vista, em Goiânia, a ESPC tem 44 mil metros quadrados, possui academia de tiros real e outra virtual, nove salas de aula climatizadas e informatizadas, biblioteca com cerca de mil títulos, sala para teleconferência e laboratório de informática  (Foto: José Barbacena)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

Goiás 247 - O governador Marconi Perillo inaugurou na sexta-feira (25) a Escola Superior da Polícia Civil (ESPC) e entregou 137 novas viaturas. Ambas ações foram realizadas em parceria com o Governo Federal. Durante discurso, Marconi fez anúncios importantes para a Segurança Pública, entre eles o de que dará início a um processo para novo concurso público para a Polícia Civil de Goiás.

Ele afirmou que nos próximos dias o governo começa a nomear peritos e médicos legistas recém-concursados. Disse também que autorizou o início dos procedimentos burocráticos para a realização de um novo concurso na Polícia Civil. Sob aplausos, Marconi afirmou que está próximo da conclusão o processo de chamamento dos excedentes da Polícia Militar. “Tudo de acordo com os critérios estabelecidos pelo Tribunal de Justiça e pela Secretaria de Segurança Pública”.

Localizada no Setor Bela Vista, em Goiânia, a ESPC tem 44 mil metros quadrados. Possui uma academia de tiros real e outra virtual. Para simular situações reais da atuação policial, a escola conta com uma espécie de cidade cenográfica, com residências, ponto de tráfico de drogas, boteco e até uma boate. Os alunos terão ainda à disposição nove salas de aula climatizadas e informatizadas, biblioteca com cerca de mil títulos, sala para teleconferência, laboratório de informática com 40 máquinas, alojamento padronizado (com duas ou três camas tipo box, armário, frigobar, ar-condicionado e internet wi-fi), com capacidade para 66 pessoas.

O espaço possui ainda academia de ginástica, área de corrida, torre de rapel, campo de futebol, piscina. A escola leva o nome do delegado Antônio Gonçalves Pereira dos Santos, morto em 2012, na queda do helicóptero da Polícia Civil no município de Piranhas. “Esta escola forma e capacita não apenas os policiais civis, mas o conjunto de servidores da Segurança Pública do Estado. É uma academia diferenciada. Não só pelo conjunto da sua obra física e pelos equipamentos, mas pela doutrina de ensino aqui implementada e pela qualidade de seus professores e seus instrutores”, avaliou o secretário de Segurança Pública, Joaquim Mesquita.

Marconi, que foi homenageado pelos policiais civis com uma placa, visitou todas as dependências da escola. Ele ressaltou a espírito republicano entre Goiás e o Governo Federal em várias áreas da administração. “Parceria efetiva é o que temos feito com o Ministério da Justiça, com a Secretaria Nacional de Segurança, não só na construção desta Escola Superior, mas em muitas outras ações”, lembrou. “O Ministério da Justiça e a Secretaria Nacional de Segurança Pública colocaram um aporte muito significativo de recursos (na obra da ESPC e para adquirir as viaturas). E estamos aqui para reconhecer e agradecer.”

Secretária Nacional de Segurança Pública, Regina Miki repassou uma chave simbolizando a entrega de 137 viaturas. Ela agradeceu a disposição do governador nas ocasiões em que necessitou conversar sobre os projetos de Segurança para Goiás. “Todas as vezes que precisei conversar com o senhor, fui atendida com todo carinho pelo senhor e pela sua equipe”, salientou. Ela e o secretário Joaquim Mesquita também foram homenageados pelos policiais civis. A ESPC terá gerência do idealizador do projeto, o delegado Daniel Felipe Diniz.

Dados da obra:

A área da Escola Superior da Polícia Civil de Goiás (ESPC) é de aproximadamente 44 mil m2 e abrange:

→ Nove salas de aula climatizadas e informatizadas;

→ Biblioteca com cerca de mil títulos especializados, voltados às ciências sociais, universo jurídico e quase toda bibliografia disponível sobre conceitos policiais;

→ Laboratório de informática com quarenta computadores atualizados;

→ Alojamento padronizado (com duas ou três camas tipo box, armário, frigobar, ar-condicionado e internet wifi), com capacidade para 66 sessenta e seis pessoas;

→ Sala virtual, para teleconferência, conectada previamente com 300 pontos espalhados pelo Estado, destinada a videoaulas, reuniões à distância e outras necessidades da Polícia Civil.

→ Espaço administrativo, sala de professores, refeitório

→ Academia de ginástica, área de corrida, torre de rapel, campo de futebol, piscina;

→ Parque cenográfico para simulação de atividades policiais, com cenários que simulam prédios públicos e privados, via pública, que são ambientes de ocorrência de crime, onde os policias poderão simular conflitos, investigações e relatório de local de crime;

→ Maior estande de tiro real fechado do Centro-Oeste;

→ O mais revolucionário estande de tiro virtual da atualidade, semelhante à polícia da Alemanha, sendo que apenas duas unidades policiais no Brasil utilizam da mesma tecnologia.

O conhecimento liberta. Saiba mais

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247