Novo Código de Mineração é entregue para votação

O parecer ao substitutivo da proposta do Novo Código de Mineração, de autoria do deputado federal Leonardo Quintão (PMDB), foi entregue à presidência da Câmara dos Deputados e está pronto para votação no plenário da casa; O parecer é entregue um dia após a divulgação de denúncia que seu texto havia sido alterado em um escritório de advocacia que presta serviços para a Vale e a BHP, controladoras da mineradora Samarco, dona da barragem rompida em Mariana no dia 5 de novembro

O parecer ao substitutivo da proposta do Novo Código de Mineração, de autoria do deputado federal Leonardo Quintão (PMDB), foi entregue à presidência da Câmara dos Deputados e está pronto para votação no plenário da casa; O parecer é entregue um dia após a divulgação de denúncia que seu texto havia sido alterado em um escritório de advocacia que presta serviços para a Vale e a BHP, controladoras da mineradora Samarco, dona da barragem rompida em Mariana no dia 5 de novembro
O parecer ao substitutivo da proposta do Novo Código de Mineração, de autoria do deputado federal Leonardo Quintão (PMDB), foi entregue à presidência da Câmara dos Deputados e está pronto para votação no plenário da casa; O parecer é entregue um dia após a divulgação de denúncia que seu texto havia sido alterado em um escritório de advocacia que presta serviços para a Vale e a BHP, controladoras da mineradora Samarco, dona da barragem rompida em Mariana no dia 5 de novembro (Foto: Luis Mauro Queiroz)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

Minas 247 - O deputado Leonardo Quintão (PMDB) apresentou, nesta última terça-feira (8), seu parecer sobre o substitutivo da proposta ao novo Código de Mineração. Segundo técnicos que acompanharam a tramitação do projeto, o texto de Quintão reforça normas ambientais vagas. 

O parlamentar, que recebeu mais de R$ 2 milhões de mineradoras em sua campanha eleitoral, entregou o projeto ao presidente da Câmara Eduardo Cunha (PMDB) sob duras críticas de movimentos que pedem rigor nas atividades de mineração.

O parecer é entregue um dia após a divulgação de denúncia que seu texto havia sido alterado em um escritório de advocacia que presta serviços para a Vale e a BHP, controladoras da mineradora Samarco, dona da barragem rompida em Mariana no dia 5 de novembro.

 

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

Cortes 247

Apoie o 247

WhatsApp Facebook Twitter Email