Número de homicídios em 2017 supera os últimos dois anos em AL

De acordo com a Secretaria de Estado da Segurança Pública (SSP), o número de homicídios ocorridos em Alagoas, em 2017, em comparação com os anos de 2015 e 2016, teve um aumento do quantitativo de assassinatos, chegando a 1.913 casos, sendo 5,2 crimes por dia, em vários bairros da capital e cidades do interior; tabelas também apontam que, de janeiro a dezembro de 2017, 94,1% dos crimes envolveram vítimas do sexo masculino, enquanto 5,9% do sexo feminino; quanto aos instrumentos utilizados nos crimes, 75,9% deles envolveram arma de fogo; 12,4% arma branca; 6,2% espancamento; 2,4% PAF/B; e 3,1% outros instrumentos

De acordo com a Secretaria de Estado da Segurança Pública (SSP), o número de homicídios ocorridos em Alagoas, em 2017, em comparação com os anos de 2015 e 2016, teve um aumento do quantitativo de assassinatos, chegando a 1.913 casos, sendo 5,2 crimes por dia, em vários bairros da capital e cidades do interior; tabelas também apontam que, de janeiro a dezembro de 2017, 94,1% dos crimes envolveram vítimas do sexo masculino, enquanto 5,9% do sexo feminino; quanto aos instrumentos utilizados nos crimes, 75,9% deles envolveram arma de fogo; 12,4% arma branca; 6,2% espancamento; 2,4% PAF/B; e 3,1% outros instrumentos
De acordo com a Secretaria de Estado da Segurança Pública (SSP), o número de homicídios ocorridos em Alagoas, em 2017, em comparação com os anos de 2015 e 2016, teve um aumento do quantitativo de assassinatos, chegando a 1.913 casos, sendo 5,2 crimes por dia, em vários bairros da capital e cidades do interior; tabelas também apontam que, de janeiro a dezembro de 2017, 94,1% dos crimes envolveram vítimas do sexo masculino, enquanto 5,9% do sexo feminino; quanto aos instrumentos utilizados nos crimes, 75,9% deles envolveram arma de fogo; 12,4% arma branca; 6,2% espancamento; 2,4% PAF/B; e 3,1% outros instrumentos (Foto: Voney Malta)

Por Jobison Barros/Gazetaweb.com – A Secretaria de Estado da Segurança Pública (SSP) divulgou os números de homicídios ocorridos em Alagoas, em 2017. Em comparação com os anos de 2015 e 2016, houve um aumento do quantitativo de assassinatos, chegando a 1.913 casos, sendo 5,2 crimes por dia, em vários bairros da capital e cidades do interior. 

De acordo com os dados, disponibilizados pelo Núcleo de Estatística e Análise Criminal (Neac), em 2015, ocorreram 1.812 homicídios, o que corresponde a uma média de 5 casos diários. Já em 2016, o número subiu para 1.878 crimes violentos letais e intencionais, gerando cerca de 5,1 casos por dia. 

Pela pesquisa, os resultados demonstram, também, novo aumento registrado no ano passado, em comparação aos dois anos anteriores. Em 2017, 1.913 pessoas foram assassinadas, o que equivale a uma média de 5,2 execuções por dia. 

As tabelas também apontam que, de janeiro a dezembro de 2017, 94,1% dos crimes envolveram vítimas do sexo masculino, enquanto 5,9% do sexo feminino. Quanto aos instrumentos utilizados nos crimes, 75,9% deles envolveram arma de fogo; 12,4% arma branca; 6,2% espancamento; 2,4% PAF/B; e 3,1% outros instrumentos. 

NA CAPITAL 

Com relação a Maceió, também foi registrado aumento do número de homicídios. Em 2015, 566 assassinatos (média de 1,6 por dia); em 2016, 531 mortes (1,5 dia); e, em 2017, 658 crimes (1,8 por dia). 

A estatística do Neac revela que, de janeiro a dezembro do ano passado, 94,5% dos crimes envolveram vítimas do sexo masculino, e 5,5% do público feminino. 

Quanto aos instrumentos usados nas práticas criminosas, arma de fogo lidera com 77,5%; seguida por arma branca com 10%; espancamento, 7%; PAF/B, 3,3%; e outros instrumentos, 2,1%. 

A reportagem entrou em contato com a assessoria de comunicação da SSP, que vai emitir um posicionamento sobre a pesquisa. 

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247