‘O mundo se lembrará do mais importante líder sindical deste País’

Em vídeo, o líder do PT na Câmara dos Deputados, Paulo Pimenta (PT-RS) convocou a população para os atos previstos para nesta terça-feira (1), Dia do Trabalhador; "A direita, a Grande Mídia, os patrões tentam falar em Dia do Trabalho para retirar a importância da conquista de milhões de pessoas que no mundo inteiro lutaram pelos seus direitos", acrescentou; "O mundo inteiro amanha vai lembar neste primeiro de maio do mais importante líder sindical deste País, que está preso de forma ilegal"; assista

Em vídeo, o líder do PT na Câmara dos Deputados, Paulo Pimenta (PT-RS) convocou a população para os atos previstos para nesta terça-feira (1), Dia do Trabalhador; "A direita, a Grande Mídia, os patrões tentam falar em Dia do Trabalho para retirar a importância da conquista de milhões de pessoas que no mundo inteiro lutaram pelos seus direitos", acrescentou; "O mundo inteiro amanha vai lembar neste primeiro de maio do mais importante líder sindical deste País, que está preso de forma ilegal"; assista
Em vídeo, o líder do PT na Câmara dos Deputados, Paulo Pimenta (PT-RS) convocou a população para os atos previstos para nesta terça-feira (1), Dia do Trabalhador; "A direita, a Grande Mídia, os patrões tentam falar em Dia do Trabalho para retirar a importância da conquista de milhões de pessoas que no mundo inteiro lutaram pelos seus direitos", acrescentou; "O mundo inteiro amanha vai lembar neste primeiro de maio do mais importante líder sindical deste País, que está preso de forma ilegal"; assista (Foto: Leonardo Lucena)

Rio Grande do Sul 247 - O líder do PT na Câmara dos Deputados, Paulo Pimenta (PT-RS) convocou a população para os atos previstos para nesta terça-feira (1), Dia do Trabalhador.

De acordo com o parlamentar, será um dia de lutas e de resistência. "A direita, a Grande Mídia, os patrões tentam falar em Dia do Trabalho para retirar a importância da conquista de milhões de pessoas que no mundo inteiro lutaram pelos seus direitos", disse o congressista, em vídeo publicada no Twitter.

Pimenta afirmou que este 1º de maio será também o "momento de afirmação da democracia, de Lula livre". "O mundo inteiro amanha vai lembar neste primeiro da maio do mais importante líder sindical deste País, que esta preso de forma ilegal", disse.

Pela primeira vez desde a redemocratização, as centrais sindicais farão um único ato - CUT, Força Sindical, CTB, NCST, UGT, CSB e Intersindical.

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247