“O PSDB sucateou a Educação” em AL, diz secretária Adjunta

Após o deputado estadual Rodrigo Cunha (PSDB) – principal estrela do partido na Assembleia, criticar a gestão da Educação em Alagoas, a Secretária Adjunta, Laura Souza, partiu para o ataque; através das redes sociais ela disse que “Ver deputado do PSDB falar mal da educação pública estadual é de dar náuseas!!! Logo quem?”; afirmou ainda que os tucanos lotearam a educação, deixaram escolas sucateadas e usaram todo “o orçamento na área meio, através de contratos milionários”;  o tucano Teotonio Vilela governou Alagoas de 2007 a 2014; este ano ele foi acusado de corrupção ativa pelo executivo da Odebrecht Alexandre Biselli, um dos delatores na Operação Lava Jato

Após o deputado estadual Rodrigo Cunha (PSDB) – principal estrela do partido na Assembleia, criticar a gestão da Educação em Alagoas, a Secretária Adjunta, Laura Souza, partiu para o ataque; através das redes sociais ela disse que “Ver deputado do PSDB falar mal da educação pública estadual é de dar náuseas!!! Logo quem?”; afirmou ainda que os tucanos lotearam a educação, deixaram escolas sucateadas e usaram todo “o orçamento na área meio, através de contratos milionários”;  o tucano Teotonio Vilela governou Alagoas de 2007 a 2014; este ano ele foi acusado de corrupção ativa pelo executivo da Odebrecht Alexandre Biselli, um dos delatores na Operação Lava Jato
Após o deputado estadual Rodrigo Cunha (PSDB) – principal estrela do partido na Assembleia, criticar a gestão da Educação em Alagoas, a Secretária Adjunta, Laura Souza, partiu para o ataque; através das redes sociais ela disse que “Ver deputado do PSDB falar mal da educação pública estadual é de dar náuseas!!! Logo quem?”; afirmou ainda que os tucanos lotearam a educação, deixaram escolas sucateadas e usaram todo “o orçamento na área meio, através de contratos milionários”;  o tucano Teotonio Vilela governou Alagoas de 2007 a 2014; este ano ele foi acusado de corrupção ativa pelo executivo da Odebrecht Alexandre Biselli, um dos delatores na Operação Lava Jato (Foto: Voney Malta)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

Por coluna labafero/cadaminuto.com.br - A Secretária Adjunta de Educação do Estado, Laura Souza, partiu para o ataque contra o PSDB após o deputado do partido, Rodrigo Cunha fazer críticas a gestão na Assembleia. Em suas Redes Sociais, Laura não poupou críticas aos tucanos.

“Eu tenho evitado falar de política nas redes sociais... Mas há coisas difíceis de engolir!!!! 
Ver deputado do PSDB falar mal da educação pública estadual é de dar náuseas!!! Logo quem? 
O PSDB que em oito anos de gestão não fez um quinto do que fizemos em dois anos e meio... 
O PSDB que loteou a Educação... Que deixou escolas sucateadas... Que queimava todo o orçamento da educação na área meio, através de contratos milionários... Que destruiu a auto-estima e a motivação dos servidores... Em janeiro de 2015 encontramos uma pasta acabada, destruída e desacreditada pela sociedade e pelos servidores. 
A situação era tão ruim que até mesmo o ex-Governador admitiu o descaso com o qual tratou a educação estadual.Nos primeiros meses, nossas reuniões com os gestores eram duríssimas, pois pra eles era difícil acreditar que alguém tivesse a disposição de fazer um trabalho sério e comprometido”

Após enumerar as ações que executou junto a secretaria, Laura ainda finalizou. “Por tudo isso, aceitaria críticas de qualquer um, menos de alguém que fez parte da pior gestão que a educação de Alagoas já viveu. Honestamente, deputado, admita que nunca se fez tanto!!!”

O tucano Teotonio Vilela governou Alagoas de 2007 a 2014. Este ano ele foi acusado de corrupção ativa pelo executivo da Odebrecht Alexandre Biselli, um dos delatores na Operação Lava Jato. Na época, Rodrigo Cunha fazia parte da estrutura de poder. Ele dirigia o Procon.

Participe da campanha de assinaturas solidárias do Brasil 247. Saiba mais.

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247