O ritmo da Copa: 1 milhão de pedidos de ingressos em um dia

A Federação Internacional de Futebol informou que mais de 1 milhão de ingressos foram requisitados por cerca de 163 mil torcedores nas primeiras sete horas depois do início das vendas pela internet. As vendas começaram às 7 h de hoje e o maior número de solicitações são do Brasil, da Argentina, dos Estados Unidos, do Chile e da Inglaterra

A Federação Internacional de Futebol informou que mais de 1 milhão de ingressos foram requisitados por cerca de 163 mil torcedores nas primeiras sete horas depois do início das vendas pela internet. As vendas começaram às 7 h de hoje e o maior número de solicitações são do Brasil, da Argentina, dos Estados Unidos, do Chile e da Inglaterra
A Federação Internacional de Futebol informou que mais de 1 milhão de ingressos foram requisitados por cerca de 163 mil torcedores nas primeiras sete horas depois do início das vendas pela internet. As vendas começaram às 7 h de hoje e o maior número de solicitações são do Brasil, da Argentina, dos Estados Unidos, do Chile e da Inglaterra (Foto: Leonardo Attuch)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

Danilo Macedo
Repórter da Agência Brasil

Brasília - A Federação Internacional de Futebol (Fifa) informou que mais de 1 milhão de ingressos foram requisitados por cerca de 163 mil torcedores nas primeiras sete horas depois do início das vendas pela internet. As vendas começaram às 7 h de hoje e o maior número de solicitações são do Brasil, da Argentina, dos Estados Unidos, do Chile e da Inglaterra. Os jogos com maior demanda por ingressos são a abertura, no Itaquerão, em São Paulo, com 168 mil pedidos, e a final, no  Estádio Jornalista Mário Filho, o Maracanã, com 165 mil. Nos casos em que a procura é maior do que a oferta, como nesses dois jogos, haverá sorteio entre todas as solicitações feitas até o dia 10 de outubro, quando encerra a primeira fase de venda. Ao todo, cerca de 1 milhão de ingressos estão disponíveis na primeira etapa.

Os ingressos variam de R$ 30 a R$ 1.980, conforme localização das cadeiras e a fase dos jogos. As vendas serão somente pela internet, no portal da Federação Internacional de Futebol (Fifa). No início da manhã, alguns torcedores reclamaram, por meio das redes sociais, da dificuldade em conseguir acesso ao site e finalizar a solicitação. Ontem, a Fifa informou que havia feito vários testes e que o servidor estava preparado para suportar uma procura maior nos primeiros dias, embora a ordem cronológica das solicitações não influencie na aquisição do ingresso.
 
A Fifa ressaltou ainda que, para solucionar uma das principais queixas dos torcedores durante a última Copa das Confederações, adotará duas medidas. No momento da solicitação dos ingressos, o torcedor poderá optar por recebê-los em casa, em qualquer lugar do mundo. Além disso, a entidade abrirá mais centros de distribuição de ingressos em locais de fácil acesso e por um período maior, a partir de 15 de abril do ano que vem. Os custos do envio dos ingressos em domicílio serão informados quando a compra for confirmada, após o sorteio.

A opção do serviço de entrega, no entanto, não vale para meia-entrada, disponível para idosos, estudantes e beneficiários do Bolsa Família, pois essas pessoas precisarão confirmar, nos centros de distribuição, a informação que dá direito ao desconto. Todos os ingressos com desconto fazem parte da categoria 4, os mais baratos, localizados atrás das traves de cada gol. Dos cerca de 1 milhão de ingressos estão à venda na primeira fase, 300 mil são de categoria 4, oferecidos prioritariamente a clientes com direito a desconto.

A segunda fase de vendas ocorrerá de 8 de dezembro de 2013 a 30 de janeiro de 2014. De dia 15 de abril a 13 de julho do ano que vem será possível comprar ingressos de última hora, de acordo com a ordem procura. O calendário de vendas e o guia do torcedor estão disponíveis no site da Fifa.

Edição: Fábio Massalli

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

WhatsApp Facebook Twitter Email