O sertão vira mar e Lula mergulha no Velho Chico

A inauguração popular da transposição do São Francisco teve seu ponto alto há poucos instantes quando o ex-presidente Lula mergulhou nas águas do Velho Chico, que chegaram ao sertão da Paraíba, relata o jornalista Aquiles Lins, enviado especial do 247 a Monteiro (PB); "Lula se surpreendeu com a multidão e a quantidade de pessoas que se banhavam nas águas", diz ele; aos gritos de "Lula, guerreiro do povo brasileiro", população festejava a chegada das águas; "foi como se o Mar Vermelho se abrisse no sertão da Paraíba", diz Aquiles Lins

A inauguração popular da transposição do São Francisco teve seu ponto alto há poucos instantes quando o ex-presidente Lula mergulhou nas águas do Velho Chico, que chegaram ao sertão da Paraíba, relata o jornalista Aquiles Lins, enviado especial do 247 a Monteiro (PB); "Lula se surpreendeu com a multidão e a quantidade de pessoas que se banhavam nas águas", diz ele; aos gritos de "Lula, guerreiro do povo brasileiro", população festejava a chegada das águas; "foi como se o Mar Vermelho se abrisse no sertão da Paraíba", diz Aquiles Lins
A inauguração popular da transposição do São Francisco teve seu ponto alto há poucos instantes quando o ex-presidente Lula mergulhou nas águas do Velho Chico, que chegaram ao sertão da Paraíba, relata o jornalista Aquiles Lins, enviado especial do 247 a Monteiro (PB); "Lula se surpreendeu com a multidão e a quantidade de pessoas que se banhavam nas águas", diz ele; aos gritos de "Lula, guerreiro do povo brasileiro", população festejava a chegada das águas; "foi como se o Mar Vermelho se abrisse no sertão da Paraíba", diz Aquiles Lins (Foto: Leonardo Attuch)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

Por Aquiles Lins, enviado especial a Monteiro (PB)

O sertão virou mar, na tarde deste domingo, em Monteiro, na Paraíba.

Ou melhor: o sertão se converteu em Mar Vermelho e uma multidão seguiu o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva e se banhou nas águas do Velho Chico.

Aos gritos de "Lula, guerreiro do povo brasileiro", a população festejava a chegada das águas.

Lula se surpreendeu com a quantidade de pessoas e jogou água para cima, na inauguração popular de uma obra que pode transformar a realidade de 12 milhões de nordestinos atingidos pela seca.

Dentro de instantes, ele inicia seu discurso, que será histórico.

 

Participe da campanha de assinaturas solidárias do Brasil 247. Saiba mais.

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247