O sertão vira mar e Lula mergulha no Velho Chico

A inauguração popular da transposição do São Francisco teve seu ponto alto há poucos instantes quando o ex-presidente Lula mergulhou nas águas do Velho Chico, que chegaram ao sertão da Paraíba, relata o jornalista Aquiles Lins, enviado especial do 247 a Monteiro (PB); "Lula se surpreendeu com a multidão e a quantidade de pessoas que se banhavam nas águas", diz ele; aos gritos de "Lula, guerreiro do povo brasileiro", população festejava a chegada das águas; "foi como se o Mar Vermelho se abrisse no sertão da Paraíba", diz Aquiles Lins

A inauguração popular da transposição do São Francisco teve seu ponto alto há poucos instantes quando o ex-presidente Lula mergulhou nas águas do Velho Chico, que chegaram ao sertão da Paraíba, relata o jornalista Aquiles Lins, enviado especial do 247 a Monteiro (PB); "Lula se surpreendeu com a multidão e a quantidade de pessoas que se banhavam nas águas", diz ele; aos gritos de "Lula, guerreiro do povo brasileiro", população festejava a chegada das águas; "foi como se o Mar Vermelho se abrisse no sertão da Paraíba", diz Aquiles Lins
A inauguração popular da transposição do São Francisco teve seu ponto alto há poucos instantes quando o ex-presidente Lula mergulhou nas águas do Velho Chico, que chegaram ao sertão da Paraíba, relata o jornalista Aquiles Lins, enviado especial do 247 a Monteiro (PB); "Lula se surpreendeu com a multidão e a quantidade de pessoas que se banhavam nas águas", diz ele; aos gritos de "Lula, guerreiro do povo brasileiro", população festejava a chegada das águas; "foi como se o Mar Vermelho se abrisse no sertão da Paraíba", diz Aquiles Lins (Foto: Leonardo Attuch)

Por Aquiles Lins, enviado especial a Monteiro (PB)

O sertão virou mar, na tarde deste domingo, em Monteiro, na Paraíba.

Ou melhor: o sertão se converteu em Mar Vermelho e uma multidão seguiu o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva e se banhou nas águas do Velho Chico.

Aos gritos de "Lula, guerreiro do povo brasileiro", a população festejava a chegada das águas.

Lula se surpreendeu com a quantidade de pessoas e jogou água para cima, na inauguração popular de uma obra que pode transformar a realidade de 12 milhões de nordestinos atingidos pela seca.

Dentro de instantes, ele inicia seu discurso, que será histórico.

 

Conheça a TV 247

Mais de Geral

Ao vivo na TV 247 Youtube 247