OAB-GO entra na luta pelo estacionamento grátis

Vereadores Elias Vaz e Virmondes Cruvinel querem que a Ordem faça um parecer jurídico ratificando uma emenda que mude a Lei Orgânica do Município e obrigue shoppings center a terem uma reserva técnica de vagas gratuitas de estacionamento; "À primeira vista, a iniciativa parece muito interessante, mas temos de realizar um estudo aprofundado sobre o assunto. Não havendo ilegalidade, a Ordem vai defender essa pauta que é de interesse de toda a sociedade", afirmou o presidente da OAB Goiá, Henrique Tibúrcio

Vereadores Elias Vaz e Virmondes Cruvinel querem que a Ordem faça um parecer jurídico ratificando uma emenda que mude a Lei Orgânica do Município e obrigue shoppings center a terem uma reserva técnica de vagas gratuitas de estacionamento; "À primeira vista, a iniciativa parece muito interessante, mas temos de realizar um estudo aprofundado sobre o assunto. Não havendo ilegalidade, a Ordem vai defender essa pauta que é de interesse de toda a sociedade", afirmou o presidente da OAB Goiá, Henrique Tibúrcio
Vereadores Elias Vaz e Virmondes Cruvinel querem que a Ordem faça um parecer jurídico ratificando uma emenda que mude a Lei Orgânica do Município e obrigue shoppings center a terem uma reserva técnica de vagas gratuitas de estacionamento; "À primeira vista, a iniciativa parece muito interessante, mas temos de realizar um estudo aprofundado sobre o assunto. Não havendo ilegalidade, a Ordem vai defender essa pauta que é de interesse de toda a sociedade", afirmou o presidente da OAB Goiá, Henrique Tibúrcio (Foto: José Barbacena)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

Goiás247 - Os vereadores de Goiânia, Elias Vaz e Virmondes Cruvinel se reuniram na tarde de quarta-feira (8) com o presidente da OAB-GO, Henrique Tibúrcio, para debater pauta das tarifas de estacionamentos comerciais na capital. Eles entregaram a Tibúrcio a minuta de um projeto de emenda à Lei Orgânica do Município (Loma) e solicitaram da Ordem um parecer jurídico sobre a legalidade da iniciativa.

Também participaram da reunião os presidentes das comissões de Direito do Consumidor, Rogério Rocha, e de Direito Imobiliário e Urbanístico, Rodrigo Guedes. Segundo Elias Vaz, autor da minuta que será apresentada à Câmara de Goiânia, estabelecimentos comerciais como shopping centers causam grande impacto de vizinhança ao induzir veículos a buscarem estacionamento nas ruas vizinhas.

A proposta defendida pelos vereadores é fazer emenda à Loma para ficar explícito que estabelecimentos comerciais como shoppings têm de oferecer uma reserva técnica de vagas gratuitas para minimizar esse impacto. "A OAB-GO tem toda a competência e legitimidade para avaliar esse projeto de emenda", afirmou Vaz.

Tibúrcio encaminhou o projeto à Comissão de Direito Imobiliário e determinou que o parecer jurídico seja concluído no prazo de uma semana. "À primeira vista, a iniciativa parece muito interessante, mas temos de realizar um estudo aprofundado sobre o assunto. Não havendo ilegalidade, a Ordem vai defender essa pauta que é de interesse de toda a sociedade, já que seus efeitos não seriam restritos a shoppings, mas, por exemplo, a bancos e lojas de rua", afirmou.

O conhecimento liberta. Saiba mais

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247