Obras da Via Mangue são retomadas no Recife

As obras da Via Mangue, paralisadas desde o ano passado, serão retomadas. Para concluir os 2% que faltam, a Prefeitura do Recife contraiu um empréstimo no valor de R$ 81 milhões junto à Caixa Econômica Federal; deste total, R$ 26 milhões serão repassados à Construtora Queiroz Galvão; atualmente, apenas uma das faixas da via está em funcionamento e liga o bairro do Pina a Boa Viagem; com a retomada das obras, a previsão é que a rodovia seja entregue até o final deste ano; o custo total do projeto é de R$ 431 milhões

As obras da Via Mangue, paralisadas desde o ano passado, serão retomadas. Para concluir os 2% que faltam, a Prefeitura do Recife contraiu um empréstimo no valor de R$ 81 milhões junto à Caixa Econômica Federal; deste total, R$ 26 milhões serão repassados à Construtora Queiroz Galvão; atualmente, apenas uma das faixas da via está em funcionamento e liga o bairro do Pina a Boa Viagem; com a retomada das obras, a previsão é que a rodovia seja entregue até o final deste ano; o custo total do projeto é de R$ 431 milhões
As obras da Via Mangue, paralisadas desde o ano passado, serão retomadas. Para concluir os 2% que faltam, a Prefeitura do Recife contraiu um empréstimo no valor de R$ 81 milhões junto à Caixa Econômica Federal; deste total, R$ 26 milhões serão repassados à Construtora Queiroz Galvão; atualmente, apenas uma das faixas da via está em funcionamento e liga o bairro do Pina a Boa Viagem; com a retomada das obras, a previsão é que a rodovia seja entregue até o final deste ano; o custo total do projeto é de R$ 431 milhões (Foto: Paulo Emílio)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

Pernambuco 247 - As obras da Via Mangue, paralisadas desde o ano passado, serão retomadas. Para concluir os 2% que faltam, a Prefeitura do Recife contraiu um empréstimo no valor de R$ 81 milhões junto à Caixa Econômica Federal. Deste total, R$ 26 milhões serão repassados à Construtora Queiroz Galvão. Com a retomada das obras, a previsão é que a rodovia seja entregue até o final deste ano.

Atualmente, apenas uma das faixas da via está em funcionamento e liga o bairro do Pina a Boa Viagem. A segunda faixa, no sentido contrário, não foi concluída pelo fato da prefeitura suspender os pagamentos referentes à contrapartida do empreendimento. O custo total da obra é de R$ 431 milhões.

De acordo com dados da Companhia de Trânsito e Transporte Urbano do Recife (CTTU), cerca de 33 mil veículos já utilizam a via diariamente. Ainda segundo o órgão de trânsito, a velocidade média dos veículos no sentido Centro/BVoa Viagem subiu de 7km/h para 22km/h.

 

Participe da campanha de assinaturas solidárias do Brasil 247. Saiba mais.

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247