Oito escolas já foram desocupadas por vontade popular

Desde segunda-feira, uma manifestação espontânea de pais, professores e alunos pela desocupação das escolas que foram tomadas por manifestantes que se dizem contrários à gestão compartilhada com Organizações Sociais (OS); até a tarde desta terça-feira, a Seduce contabiliza oito escolas desocupadas; manifestantes prometeram sair do Colégio Estadual Villa Lobos (foto), em Aparecida de Goiânia, nesta quarta-feira, após pais e estudantes se mobilizarem na porta da unidade pedindo o retorno das aulas

Desde segunda-feira, uma manifestação espontânea de pais, professores e alunos pela desocupação das escolas que foram tomadas por manifestantes que se dizem contrários à gestão compartilhada com Organizações Sociais (OS); até a tarde desta terça-feira, a Seduce contabiliza oito escolas desocupadas; manifestantes prometeram sair do Colégio Estadual Villa Lobos (foto), em Aparecida de Goiânia, nesta quarta-feira, após pais e estudantes se mobilizarem na porta da unidade pedindo o retorno das aulas
Desde segunda-feira, uma manifestação espontânea de pais, professores e alunos pela desocupação das escolas que foram tomadas por manifestantes que se dizem contrários à gestão compartilhada com Organizações Sociais (OS); até a tarde desta terça-feira, a Seduce contabiliza oito escolas desocupadas; manifestantes prometeram sair do Colégio Estadual Villa Lobos (foto), em Aparecida de Goiânia, nesta quarta-feira, após pais e estudantes se mobilizarem na porta da unidade pedindo o retorno das aulas (Foto: José Barbacena)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

Goiás 247 - A Secretaria de Educação, Cultura e Esporte (Seduce) informa que está em andamento, desde segunda-feira, 25, uma manifestação espontânea de pais, professores e alunos pela desocupação das escolas que foram tomadas por manifestantes que se dizem contrários à gestão compartilhada com Organizações Sociais (OS) e que impediram o início do ano letivo em unidades ocupadas, afetando a rotina de mais de 16 mil estudantes.

Até a tarde desta terça-feira  a Seduce contabilizou oito unidades de ensino desocupadas. São elas: Robinho Martins de Azevedo, Francisco Maria Dantas, Ismael Silva de Jesus, Professor Pedro Gomes e Bandeirante (Goiânia); Nova Cidade e Rui Barbosa (Aparecida de Goiânia); e Costa e Silva (São Luís de Montes Belos).

A Seduce esclarece que respeita o direito de livre manifestação, bem como entende que é direito do aluno estudar e do professor de trabalhar. Informa ainda que as unidades escolares passarão por vistoria, reorganização e planejamento a fim de que o ano letivo se inicie o mais breve possível.

O conhecimento liberta. Saiba mais

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247