Operação apreende mais de 200 pássaros

Uma operação do Batalhão de Polícia Ambiental (BPA) apreendeu mais de 200 pássaros de pequeno porte em Arapiraca, no Agreste de Alagoas. As pessoas que estavam comercializando os animais conseguiram fugir. As aves foram levadas para a sede do Ibama, em Maceió  

Uma operação do Batalhão de Polícia Ambiental (BPA) apreendeu mais de 200 pássaros de pequeno porte em Arapiraca, no Agreste de Alagoas. As pessoas que estavam comercializando os animais conseguiram fugir. As aves foram levadas para a sede do Ibama, em Maceió   
Uma operação do Batalhão de Polícia Ambiental (BPA) apreendeu mais de 200 pássaros de pequeno porte em Arapiraca, no Agreste de Alagoas. As pessoas que estavam comercializando os animais conseguiram fugir. As aves foram levadas para a sede do Ibama, em Maceió   (Foto: Voney Malta)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

Alagoas247 - A feira livre do município de Arapiraca, no bairro Baixão, foi alvo de uma operação policial realizada pelo Batalhão de Polícia Ambiental (BPA) na manhã desta segunda-feira (16). No local, foram aprendidos cerca de 200 pássaros de pequeno porte, além de um carcará, um gavião, uma iguana e uma maritaca.

De acordo com informações repassadas pela tenente Djane Menezes, do BPA, a ação policial mobilizou oito militares em duas viaturas. Ao chegarem ao local da feira, as pessoas que estavam comercializando os animais abandonaram o local e não foram identificadas. Todos os bichos apreendidos foram trazidos para a sede do Ibama, em Maceió.

Segundo a tenente, os animais apresentavam sinais de maus tratos e estavam presos em gaiolas pequenas, sem comida e nem água. Os militares deflagraram a operação no local devido às inúmeras denúncias recebidas pelo Batalhão Ambiental.

"A ação teve como objetivo combater o comércio ilegal de animais nessa feira. Ao avistarem os policiais, as pessoas que estavam comercializando os bichos fugiram e não foram localizadas. Conseguimos apreender cerca de 200 pássaros e levamos para a sede do Ibama para que eles recebam tratamento e se recuperem dos maus-tratos", diz.

Entre as espécies de menor porte apreendidas estão galo de campina, papa-capim, extravagante, tico-tico e rolinha.

Com gazetaweb.com

 

O conhecimento liberta. Saiba mais

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247