Os carros mais econômicos, na cidade e na estrada

Nem sempre o veculo mais desejado ser o mais amigvel ao bolso, o consumo de combustvel tambm conta. Veja tambm quais so os mais "beberres". Uno Mille Fire Economy faz jus ao nome

Os carros mais econômicos, na cidade e na estrada
Os carros mais econômicos, na cidade e na estrada (Foto: Shutterstock)

Luciane Macedo _247 - Você trocaria de carro se soubesse que outro veículo, da mesma categoria, consome menos combustível que o seu? Abriria mão de sair da concessionária com o carro 0km dos seus sonhos se soubesse que ele é o pior em eficiência energética, ou seja, o que mais gasta combustível se comparado a seus pares de categoria? E se soubesse que poderia economizar rodando em um automóvel com mais eficiência no consumo de combustível? Pois a economia média com os gastos em gasolina na cidade pode variar, em apenas um ano, entre R$ 125,71 e R$ 1.063,10, a depender da categoria do veículo.

Os números da eficiência energética estão na tabela 2012 do Programa Brasileiro de Etiquetagem Veicular, que chega a sua quarta edição e é elaborado pelo Inmetro (Instituto Nacional de Metrologia, Qualidade e Tecnologia) em parceria com o Conpet (Programa Nacional da Racionalização do Uso dos Derivados do Petróleo e do Gás Natural).

Foram analisadas 157 versões de 105 modelos de veículos de oito montadoras: Fiat, Ford, Honda, Kia, Peugeot, Renault, Toyota e Volkswagen. No ano passado, apenas 67 modelos faziam parte da tabela. Os carros são separados por categoria e, depois de comparados a seus pares, recebem etiquetas de eficiência energética que variam de A, para os mais eficientes, até E, para os menos. Todos os veículos avaliados devem trazer essa etiqueta. A partir do ano que vem, serão avaliadas também as emissões de CO2 de cada modelo, que também terá uma etiqueta correspondente.

Mais status ou menos gastos?

O Inmetro também fez um cálculo para demonstrar o impacto da eficiência energética no bolso do consumidor. Considerando-se os gastos com gasolina (g) e/ou etanol (e) para um veículo rodando 40km por dia na cidade, durante um ano, os números da economia variaram por categoria conforme indicado a seguir. As quantias indicam a diferença entre o que o consumidor gastaria com o consumo médio de um veículo com selo A e o consumo médio no polo oposto da eficiência energética. As economias mais expressivas em gasolina e etanol estão em negrito.

Subcompacto
R$ 364,52 (g) R$ 491,49 (e)

Compacto
R$ 611,87 (g) R$ 807,05 (e)

Médio
R$ 517,08 (g) R$ 497,20 (e)

Grande
R$ 1.063,10 (g) R$ 362,70 (e)

Utilitário esportivo
R$ 430,42 (g) R$ 469,28 (e)

Fora de estrada
R$ 943,02 (g) R$ 531,49 (e)

Comercial
R$ 749,23 (g) R$ 247,10 (e)

Carga derivado
R$ 125,71 (g) R$ 115,18 (e)

Os preços médios dos combustíveis foram pesquisados pelo Inmetro no site da ANP (Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis).

Veja, nas tabelas seguintes, quais modelos foram os campeões de economia no consumo de combustível, com a etiqueta A, e quais tiveram as piores classificações em suas respectivas categorias. Como se vê, a troca de um modelo por outro pode ser especialmente vantajosa em veículos compactos e grandes. Se já não dirige um carro com etiqueta A ou se tem na garagem um "beberrão", avalie as opções que podem fazer melhor ao seu bolso. Clique nas tabelas para ampliá-las.

Conheça a TV 247

Mais de Geral

Ao vivo na TV 247 Youtube 247