Paim pode deixar o PT na próxima semana

Senador Paulo Paim (PT-RS) discute seu futuro partidário em conversa com dirigentes estaduais do partido marcada para a próxima segunda-feira; "O que eles podem falar [para continuar no PT], sinceramente eu não sei. As minhas posições estão muito claras. Desde que começou esse debate todo. E agora o governo anunciando uma reforma trabalhista e previdenciária na contramão daquilo que nós sempre pregamos, só dificulta ainda mais qualquer tipo de tratativa", disse 

Senador Paulo Paim (PT-RS) discute seu futuro partidário em conversa com dirigentes estaduais do partido marcada para a próxima segunda-feira; "O que eles podem falar [para continuar no PT], sinceramente eu não sei. As minhas posições estão muito claras. Desde que começou esse debate todo. E agora o governo anunciando uma reforma trabalhista e previdenciária na contramão daquilo que nós sempre pregamos, só dificulta ainda mais qualquer tipo de tratativa", disse 
Senador Paulo Paim (PT-RS) discute seu futuro partidário em conversa com dirigentes estaduais do partido marcada para a próxima segunda-feira; "O que eles podem falar [para continuar no PT], sinceramente eu não sei. As minhas posições estão muito claras. Desde que começou esse debate todo. E agora o governo anunciando uma reforma trabalhista e previdenciária na contramão daquilo que nós sempre pregamos, só dificulta ainda mais qualquer tipo de tratativa", disse  (Foto: Roberta Namour)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 – O senador Paulo Paim pode deixar o PT na próxima segunda-feira. Ele discute seu futuro partidário em conversa com dirigentes estaduais. Crítico da política econômica do governo Dilma, desde o fim de 2014, ele fez reiteradas ameaças de se desfilar do partido.

"Vai ser uma reunião decisiva. Não tem mais enrolação. É o momento de discutir com profundidade essa questão", afirmou, em entrevista ao IG.

"O que eles podem falar [para continuar no PT], sinceramente eu não sei. As minhas posições estão muito claras. Desde que começou esse debate todo. E agora o governo anunciando uma reforma trabalhista e previdenciária na contramão daquilo que nós sempre pregamos, só dificulta ainda mais qualquer tipo de tratativa", disse (leia aqui).

O conhecimento liberta. Saiba mais

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247