Paim quer diálogo com aposentados da Varig

O senador Paulo Paim (PT-RS) fez um apelo para que o governo receba representantes do grupo de aposentados da Varig que estão fazendo uma vigília naa Câmara dos Deputados; pertencentes ao Aerus, fundo de pensão dos funcionários da companhia aérea, eles lutam há quase dez anos para receberem os benefícios pelos quais contribuíram durante o período em que estiveram na ativa

O senador Paulo Paim (PT-RS) fez um apelo para que o governo receba representantes do grupo de aposentados da Varig que estão fazendo uma vigília naa Câmara dos Deputados; pertencentes ao Aerus, fundo de pensão dos funcionários da companhia aérea, eles lutam há quase dez anos para receberem os benefícios pelos quais contribuíram durante o período em que estiveram na ativa
O senador Paulo Paim (PT-RS) fez um apelo para que o governo receba representantes do grupo de aposentados da Varig que estão fazendo uma vigília naa Câmara dos Deputados; pertencentes ao Aerus, fundo de pensão dos funcionários da companhia aérea, eles lutam há quase dez anos para receberem os benefícios pelos quais contribuíram durante o período em que estiveram na ativa (Foto: Leonardo Lucena)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

Agência Senado - O senador Paulo Paim (PT-RS) fez um apelo para que o governo receba representantes do grupo de aposentados da Varig que estão fazendo uma vigília no Salão Verde da Câmara dos Deputados. Pertencentes ao Aerus, fundo de pensão dos funcionários da companhia aérea, eles lutam há quase dez anos para receberem os benefícios pelos quais contribuíram durante o período em que estiveram na ativa.

Na semana passada, uma decisão do Supremo Tribunal Federal deu mais esperanças aos aposentados e pensionistas. A corte condenou a União pagar indenização à Varig por perdas decorrentes da inflação, acumuladas em razão da política tarifária adotada pelo governo entre 1986 e 1991. Mas, sem um acordo que antecipe o ressarcimento, a liberação efetiva dos recursos pode demorar anos.

– Decisão do Supremo não se discute. Se mandou pagar, tem que pagar. O governo não pode postergar mais – afirmou o senador.

Graziella Baggio, ex-presidente do Sindicato Nacional dos Aeronautas, lembrou que os trabalhadores contribuíram por décadas e hoje estão na terceira idade recebendo apenas 8% do que têm direito.

– Fundo de pensão é uma questão muito séria; exige responsabilidade e honestidade. Nosso exemplo vai ficar marcado para a história. Neste período de luta, já perdemos mais de 900 pessoas, gente que teve a morte antecipada por ansiedade, depressão e estresse e não conseguiu ver seus direitos realizados – disse.

O assunto foi tratado durante a audiência pública realizada pela Comissão de Direitos Humanos e Legislação Participativa (CDH), nesta segunda-feira (17), sobre o combate ao analfabetismo.

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

WhatsApp Facebook Twitter Email