Palmeiras decepciona e só empata em Oeste em casa

Gol de Maikon Leite empatou a partida em 1 a 1 ainda no primeiro tempo, mas equipe no conseguiu virar o resultado

Palmeiras decepciona e só empata em Oeste em casa
Palmeiras decepciona e só empata em Oeste em casa (Foto: MIGUEL SCHINCARIOL/AGÊNCIA ESTADO)

A bola parada de Marcos Assunção não foi suficiente para que o Palmeiras vencesse o Oeste, nesta quinta-feira, no Pacaembu. Dependente de um lance que não deu certo nesta noite, a equipe alviverde ficou apenas no empate em 1 a 1 e viu o Corinthians assumir a liderança isolada do Paulistão ao fim desta nona rodada. O torcedor palmeirense não gostou do que viu e vaiou o time após o apito final.

O empate deixa o Palmeiras com 21 pontos a dois do Corinthians. A equipe alviverde corre o risco de perder a segunda posição para o Guarani, que joga contra o XV de Piracicaba, no Brinco de Ouro, e pode ir a 22. O Oeste assumiu o 14.º lugar, com oito pontos, apenas dois acima da zona de rebaixamento.

Na próxima rodada, domingo, o Palmeiras faz o clássico contra o São Paulo em Presidente Prudente, onde escolheu mandar a partida. O time tricolor está em quinto, com 18 pontos, e passa o rival em caso de vitória. Já o Oeste joga contra o Mogi Mirim, em Itápolis, também domingo.

O JOGO - O técnico Luiz Felipe Scolari surpreendeu ao escalar o Palmeiras para começar a partida com Bruno no lugar de Deola. De acordo com ele, o reserva precisa de ritmo de jogo. Pelo mesmo motivo, Roman entrou na vaga que tendia a ser de Maurício Ramos. Cicinho recuperou a posição na lateral direita apesar das boas atuações de Artur.

Nos 20 primeiros minutos da partida, o Palmeiras foi dominado pelo Oeste. A equipe do interior não se intimidou no Pacaembu, mostrou organização tática e abriu o placar. Aos 10 minutos, Márcio Araújo fez carga sobre Mazinho na área. Pênalti que o próprio meia bateu deslocando Bruno.

Os donos da casa responderam no lance seguinte, num lance individual de Barcos, que ajeitou na entrada da área, bateu no ângulo, e viu Zé Carlos fazer linda defesa. Mas ficou por aí. De resto, o Palmeiras só levava perigo na bola parada de Marcos Assunção, mesmo depois que passou a controlar o jogo.

O empate veio numa falha de Zé Carlos, aos 41. Barcos chutou da entrada da área mais uma vez, desta vez rasteiro, o goleiro rebateu para o meio da área e Maikon Leite foi oportunista para marcar.

O segundo tempo do Palmeiras foi ainda mais improdutivo que o primeiro. A equipe dependeu apenas da bola parada de Marcos Assunção. Só nos minutos finais é que a coisa melhorou e Zé Carlos teve trabalho. Ele defendeu no reflexo um cabeceio de Roman e uma falta de Marcos Assunção. O Oeste respondeu com chutes de fora de Wanderson e Assizinho.

FICHA TÉCNICA:

PALMEIRAS 1 X 1 OESTE

PALMEIRAS - Bruno; Cicinho (Artur), Roman, Leandro Amaro e Juninho; Márcio Araújo, Marcos Assunção, Patrik (João Vitor) e Daniel Carvalho (Vinicius); Maikon Leite e Hernán Barcos. Técnico - Luiz Felipe Scolari.

OESTE - Zé Carlos; Fabrício (Wanderson), Eder Lima e Adriano; Paulo Vitor, Dionísio, Serginho, Fernandinho e Mazinho (Leandro Melo); Marcinho e Roger (Assizinho). Técnico - Roberto Cavalo.

GOLS - Mazinho (pênalti), aos 11, e Maikon Leite, aos 41 minutos do primeiro tempo.

Conheça a TV 247

Mais de Geral

Ao vivo na TV 247 Youtube 247