Para acalmar Amastha, Sandoval terá agenda especial com PP de Palmas

A agenda programática de Sandoval com o PP da Capital inclui questões pontuais, tanto em relação à execução das obras já acordadas com a Prefeitura de Palmas, quanto a inclusão de propostas específicas para a cidade em seu programa de governo; as articulações já estão sendo feitas pelo secretário de Relações Institucionais de Palmas, Adir Gentil, e pelo presidente metropolitano do PP, Tiago Andrino; a medida visa a minimiza a resistência do prefeito de Palmas, Carlos Amastha, que antes era entusiasta da aliança PP-SD, mas nesta quinta-feira classificou o apoio como "irresponsável, prematuro e autoritário"

A agenda programática de Sandoval com o PP da Capital inclui questões pontuais, tanto em relação à execução das obras já acordadas com a Prefeitura de Palmas, quanto a inclusão de propostas específicas para a cidade em seu programa de governo; as articulações já estão sendo feitas pelo secretário de Relações Institucionais de Palmas, Adir Gentil, e pelo presidente metropolitano do PP, Tiago Andrino; a medida visa a minimiza a resistência do prefeito de Palmas, Carlos Amastha, que antes era entusiasta da aliança PP-SD, mas nesta quinta-feira classificou o apoio como "irresponsável, prematuro e autoritário"
A agenda programática de Sandoval com o PP da Capital inclui questões pontuais, tanto em relação à execução das obras já acordadas com a Prefeitura de Palmas, quanto a inclusão de propostas específicas para a cidade em seu programa de governo; as articulações já estão sendo feitas pelo secretário de Relações Institucionais de Palmas, Adir Gentil, e pelo presidente metropolitano do PP, Tiago Andrino; a medida visa a minimiza a resistência do prefeito de Palmas, Carlos Amastha, que antes era entusiasta da aliança PP-SD, mas nesta quinta-feira classificou o apoio como "irresponsável, prematuro e autoritário" (Foto: Aquiles Lins)

Tocantins 247 – O governador Sandoval Cardoso (SD) terá uma agenda à parte com o PP de Palmas. Durante reunião na manhã desta quinta-feira, 29, em Araguaína, onde o PP declarou apoio à sua reeleição, Sandoval avisou ao presidente estadual da legenda, deputado Lázaro Botelho, que vai tratar com o PP metropolitano de forma a obter o consenso do partido ao projeto de reeleição.

A agenda programática de Sandoval com o PP da Capital inclui questões pontuais, tanto em relação à execução das obras já acordadas com a Prefeitura de Palmas, quanto a inclusão de propostas específicas para a cidade em seu programa de governo. As articulações já iniciaram. Os interlocutores pepistas responsáveis pelas negociações são o secretário de Relações Institucionais de Palmas, Adir Gentil, o presidente metropolitano do PP, Tiago Andrino, e ainda o presidente da Câmara de Palmas, vereador Major Negreiros.

A medida visa principalmente acalmar os ânimos do prefeito de Palmas, Carlos Amastha (PP), que reagiu com duras críticas ao anúncio do seu partido à reeleição de Sandoval. Amastha classificou o apoio como “irresponsável, prematuro e autoritário”, disse que não irá apoiar uma chapa majoritária sem saber quem são os candidatos e avisou que se não for convencido dos motivos que levaram o PP a se aliar com Sandoval, irá pedir a intervenção da executiva nacional do partido. 

O tom agressivo de Amastha contra o anúncio do presidente do seu partido em aliar-se ao pré-candidato do Solidariedade difere do discurso adotado pelo prefeito há exato um mês, quando reuniu-se com o governador Sandoval Cardoso para anunciar obras em parceria com o governo do Estado. Na ocasião, o PP tinha ainda Roberto Pires como o pré-candidato do partido a governador e, ao lado de Sandoval, Amastha disse durante o encontro: 

“Eu sou um homem de partido e de projeto. Se meu partido tiver um candidato, o meu candidato é o candidato do meu partido. Mas se meu partido não tiver candidato, eu não teria nenhum problema em fazer uma aliança com Sandoval Cardoso, que é uma pessoa que está me atendendo bem. Que restrição eu teria, como prefeito de Palmas, de estar junto com alguém que está fazendo as coisas que a gente precisa para avançar. Se ele [Sandoval] fizer tudo o que ele está se comprometendo a fazer, não tenho nenhum problema em apoiá-lo” (leia aqui). 

 

Conheça a TV 247

Mais de Geral

Ao vivo na TV 247 Youtube 247