Para Marta, ajuste fiscal é "perversidade e crueldade"

A senadora Marta Suplicy, que está prestes a deixar o PT e se candidatar á Prefeitura de São Paulo pelo PSB, qualificou as medidas do ajuste fiscal anunciadas pelo governo da presidente Dilma Rousseff como sendo uma perversidade e crueldade contra os trabalhadores; “Querer que trabalhadores paguem a conta, eu chamo de perversidade, crueldade e vai além da conta", disse

A senadora Marta Suplicy, que está prestes a deixar o PT e se candidatar á Prefeitura de São Paulo pelo PSB, qualificou as medidas do ajuste fiscal anunciadas pelo governo da presidente Dilma Rousseff como sendo uma perversidade e crueldade contra os trabalhadores; “Querer que trabalhadores paguem a conta, eu chamo de perversidade, crueldade e vai além da conta", disse
A senadora Marta Suplicy, que está prestes a deixar o PT e se candidatar á Prefeitura de São Paulo pelo PSB, qualificou as medidas do ajuste fiscal anunciadas pelo governo da presidente Dilma Rousseff como sendo uma perversidade e crueldade contra os trabalhadores; “Querer que trabalhadores paguem a conta, eu chamo de perversidade, crueldade e vai além da conta", disse (Foto: Paulo Emílio)

SP 247 - A senadora Marta Suplicy, que está prestes a deixar o PT e se candidatar á Prefeitura de São Paulo pelo PSB, qualificou as medidas do ajuste fiscal anunciadas pelo governo da presidente Dilma Rousseff como sendo uma perversidade e crueldade contra os trabalhadores. "Querer que trabalhadores paguem a conta, eu chamo de perversidade, crueldade e vai além da conta", disse.

As críticas da senadora fora feitas nesta quinta-feira (12) durante uma audiência pública realizada na Comissão de Direitos Humanos e Legislação Participativa (CDH) do Senado, para discutir as mudanças em benefícios como pensão por morte e seguro-desemprego .

"Não tem sentido um governo do PT colocar essas medidas, sem ter a sinceridade e o diálogo com quem é atingido, principalmente o trabalhador", disparou Marta que afirmou, ainda, ter apresentado nove emendas para mudar as Medidas Provisórias que tratam das mudanças pretendidas pelo governo.

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247