Para o PT, pesquisa Sensus é "no mínimo estranha"

O presidente do PT na Bahia, Everaldo Anunciação, mostra "desconfiança total" em relação à pesquisa do Instituto Sensus divulgada na noite de ontem (4) pela TV Aratu, a qual aponta o candidato do DEM ao governo do Estado, Paulo Souto, com 43% das intenções de voto, contra 16% do petista Rui Costa e 10% de Lídice da Mata, do PSB. Para Everaldo, a consulta é "no mínimo suspeita"; "Espero que não seja qualquer tentativa de fraude porque os números que temos internamente são bem mais positivos para Rui"

O presidente do PT na Bahia, Everaldo Anunciação, mostra "desconfiança total" em relação à pesquisa do Instituto Sensus divulgada na noite de ontem (4) pela TV Aratu, a qual aponta o candidato do DEM ao governo do Estado, Paulo Souto, com 43% das intenções de voto, contra 16% do petista Rui Costa e 10% de Lídice da Mata, do PSB. Para Everaldo, a consulta é "no mínimo suspeita"; "Espero que não seja qualquer tentativa de fraude porque os números que temos internamente são bem mais positivos para Rui"
O presidente do PT na Bahia, Everaldo Anunciação, mostra "desconfiança total" em relação à pesquisa do Instituto Sensus divulgada na noite de ontem (4) pela TV Aratu, a qual aponta o candidato do DEM ao governo do Estado, Paulo Souto, com 43% das intenções de voto, contra 16% do petista Rui Costa e 10% de Lídice da Mata, do PSB. Para Everaldo, a consulta é "no mínimo suspeita"; "Espero que não seja qualquer tentativa de fraude porque os números que temos internamente são bem mais positivos para Rui" (Foto: Romulo Faro)

Bahia 247 - O presidente estadual do PT na Bahia, Everaldo Anunciação, mostra "desconfiança total" em relação à pesquisa do Instituto Sensus divulgada na noite de ontem (4) pela TV Aratu (SBT), a qual aponta o candidato do DEM ao governo do Estado, Paulo Souto, com 43% das intenções de voto, contra 16% do petista Rui Costa e 10% de Lídice da Mata, do PSB. Para Everaldo, a consulta é "no mínimo suspeita".

O petista estranhou o fato de não terem sido divulgados os números da corrida presidencial na Bahia e o resultado das intenções de voto para governo com apoio das lideranças nacionais, a exemplo do ex-presidente Lula e da presidente Dilma Rousseff, de Marina Silva (PSB) e de Aécio Neves (PSDB).

Outro ponto que o petista achou "estranho" foi o fato de o Grupo A Tarde e o Grupo Metrópole, que são parceiros da emissora no projeto 'Vota Bahia' se recusarem, "por desconfiança de erro", a divulgar o resultado da pesquisa.

"Tem alguma coisa errada aí. Espero que não seja qualquer tentativa de fraude porque os números que temos internamente são bem mais positivos para Rui. Com toda a certeza, todos os fatos serão esclarecidos de forma transparente o mais rapidamente possível.

Para "aumentar o grau de desconfiança em relação aos números", o presidente do PT diz que "nos bastidores, corre a notícia de que o primeiro a saber do resultado na Bahia foi o candidato ao senado Geddel Vieira Lima (PMDB). Será que isso é verdade? Minha fonte é segura".

Conheça a TV 247

Mais de Geral

Ao vivo na TV 247 Youtube 247