Para Regina Sousa, eleitor não tolera “blocão”

A senadora Regina Sousa (PT-PI) confia na capacidade de articulação do governador Wellington Dias para conduzir as negociações com outros partidos de modo a garantir a reeleição dele em 2018; porém, a senadora adverte que o eleitor não vê com bons olhos o "blocão", que vem sendo negociado pelo seu companheiro de PT; a parlamentar argumenta que a base pode ficar grande demais para caber todo mundo na chapa, já que serão somente quatro cadeiras em disputa nas eleições de 2018: governador, vice-governador e duas vagas de senador

 senadora Regina Sousa (PT-PI). Foto: Ana Volpe/Agência Senado
 senadora Regina Sousa (PT-PI). Foto: Ana Volpe/Agência Senado (Foto: Leonardo Lucena)

Piauí Hoje - A senadora Regina Sousa (PT-PI) confia na capacidade de articulação do governador Wellington Dias para conduzir as negociações com outros partidos de modo a garantir a reeleição dele em 2018. Porém, a senadora adverte que o eleitor não vê com bons olhos o "blocão", que vem sendo negociado pelo seu companheiro de PT.

Regina Sousa argumenta que a base pode ficar grande demais para caber todo mundo na chapa, já que serão somente quatro cadeiras em disputa nas eleições de 2018: governador, vice-governador e duas vagas de senador.

Segundo ela, não adianta o PT ter o governo e não ser valorizado enquanto partido. O governador deve prestigiar os aliados, mas sem abandonar o PT, nem diminuir o espaço que o partido tem na composição do governo, como quer o PP, ao exigir a indicação do secretário de Saúde.

A questão, segundo Regina Sousa, passa pela valorização do PT, um partido que renasce em tempos de crise. "Com todo esse tumulto, o PT filiou em 2016, perto de 50 mil pessoas. Nenhum partido chegou perto disso. E 30% desse novos filiados são jovens. Essa é a nossa fortaleza, é a base social, e estamos resgatando o que o PT tinha perdido", afirmou a senadora, que participou no final de semana de vários encontros com outras lideranças do PT para avaliar a situação no partido. Após essas conversas, o PT oficializou ao governador Wellington Dias sobre sua posição em relação a alianças e cargos.

Conheça a TV 247

Mais de Geral

Ao vivo na TV 247 Youtube 247