Para Tayrone, delação de Delcídio é desagravo a Marconi

Ex-petista, vereador do PSDB disse nesta quarta-feira (16) que as declarações do senador sul matogrossense colocam um ponto final nas acusações relacionadas à CPI do Cacheira contra o governador de Goiás; Delcídio diz no documento que a CPI foi instrumento de perseguição do ex-presidente Lula contra Marconi; "Tudo veio à tona; em um momento onde todos são acusados, o governador Marconi Perillo sorri de orelha a orelha tendo mais uma comprovação de que suas declarações foram sempre pautadas pela verdade", emendou; Tayrone disse ainda que o governo Dilma tornou-se motivo de vergonha para o povo brasileiro: "Não dá pra continuar com um governo assim"

Ex-petista, vereador do PSDB disse nesta quarta-feira (16) que as declarações do senador sul matogrossense colocam um ponto final nas acusações relacionadas à CPI do Cacheira contra o governador de Goiás; Delcídio diz no documento que a CPI foi instrumento de perseguição do ex-presidente Lula contra Marconi; "Tudo veio à tona; em um momento onde todos são acusados, o governador Marconi Perillo sorri de orelha a orelha tendo mais uma comprovação de que suas declarações foram sempre pautadas pela verdade", emendou; Tayrone disse ainda que o governo Dilma tornou-se motivo de vergonha para o povo brasileiro: "Não dá pra continuar com um governo assim"
Ex-petista, vereador do PSDB disse nesta quarta-feira (16) que as declarações do senador sul matogrossense colocam um ponto final nas acusações relacionadas à CPI do Cacheira contra o governador de Goiás; Delcídio diz no documento que a CPI foi instrumento de perseguição do ex-presidente Lula contra Marconi; "Tudo veio à tona; em um momento onde todos são acusados, o governador Marconi Perillo sorri de orelha a orelha tendo mais uma comprovação de que suas declarações foram sempre pautadas pela verdade", emendou; Tayrone disse ainda que o governo Dilma tornou-se motivo de vergonha para o povo brasileiro: "Não dá pra continuar com um governo assim" (Foto: Realle Palazzo-Martini)

247 - O vereador Tayrone di Martino (PSDB) disse da Tribuna da Câmara Municipal de Goiânia nesta quarta-feira (16) que a delação do senador Delcídio Amaral (MS) coloca um ponto final nas acusações relacionadas à CPI do Cacheira contra o governador Marconi Perillo (PSDB-GO). Segundo a delação, o tucano de Goiás foi vítima de um complô comandado pelo ex-presidente Lula.

"Tudo veio à tona; em um momento onde todos são acusados, o governador Marconi Perillo sorri de orelha a orelha tendo mais uma comprovação de que suas declarações foram sempre pautadas pela verdade quando mencionava perseguição na CPI dos Bingos", emendou.

Ex-integrante do PT, Tayrone reforçou que o partido perdeu seu espírito de luta, que acabou dando lugar a interesses pessoais, contrários aos anseios dos trabalhadores brasileiros. Em especial, lembrou as manobras do governo para inviabilizar uma punição severa aos prováveis culpados pelos crimes de corrupção. Para ele, o partido tem tentado encontrar outros culpados para uma crise sem precedentes, causada pela depredação do patrimônio brasileiro. "Escancarou! Não dá pra continuar com um governo assim", emendou.

Para o vereador, a situação do governo Dilma Rousseff tornou-se insustentável, chegando a tornar-se motivo de vergonha para o povo brasileiro. "Não há mais para onde correr", disse.

Tayrone fez um breve relato das denúncias relacionadas na Operação Lava-jato, sobretudo do envolvimento de partidos tradicionais no Brasil, como o PMDB e PT, legenda da qual já fez parte, mas foi expulso por não comungar com práticas consideradas imorais.

Conheça a TV 247

Mais de Geral

Ao vivo na TV 247 Youtube 247