Páscoa menos violenta nas rodovias pernambucanas

Diminuiu o número de mortes nas BRs que cortam Pernambuco durante a Operação Semana Santa em relação ao ano passado; neste feriado a Polícia Rodoviária Federal (PRF), contabilizou 85 acidentes que resultaram em três mortes; no mesmo período de 2012, foram apontados 96 acidentes com onze vítimas fatais

Páscoa menos violenta nas rodovias pernambucanas
Páscoa menos violenta nas rodovias pernambucanas
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

PE247 – Diminuiu o número de mortes nas BRs que cortam Pernambuco durante a Operação Semana Santa em relação ao ano passado, que teve onze mortos. De quinta-feira (28) a domingo (31), três pessoas morreram – todos esses casos envolveram motociclistas – em 85 acidentes, que terminaram com 52 feridos e 159 veículos envolvidos, conforme a Polícia Rodoviária Federal (PRF), enquanto que em 2012 foram 96 acidentes, envolvendo 186 veículos e 64 feridos.

Dos 85 acidentes, 32 (37,6%) ocorreram na BR-101, 23 (27%) na BR-232 e cinco (5,9%) na BR-423. As colisões envolvendo motocicletas somaram 21 notificações, ou seja, 24,6% das ocorrências.

Com a ajuda de radares e etilômetros para medir o excesso de velocidade e o consumo de álcool por parte dos condutores de veículos, a PRF prendeu 13 pessoas, onze delas por crimes de trânsito, dentre eles falta de carteira de habilitação e embriaguez e o restante por mandado de prisão em aberto. Já em 2012 ocorreram 14 prisões, com oito casos de pessoas embriagadas, ano em que foram realizados 1.342 testes de alcoolemia, 26 veículos retidos e 61 carteiras habilitações recolhidas. Neste ano, 48 pessoas foram autuadas pelo consumo de álcool.

Um total de 340 agentes trabalhou na fiscalização das 11 rodovias federais que cortam o Estado. O apoio foi garantido com o emprego de 50 viaturas e dois helicópteros, sendo um de resgate e outro de patrulhamento.

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

WhatsApp Facebook Twitter Email