Passagens aéreas subiram menos de 2% em 2016

Apesar da inflação acumulada nos últimos 12 meses ter ficado acima dos 8%,nNo setor de passagens aéreas, no entanto, mesmo com instabilidades, o aumento médio para o ano é menor do que o esperado: apenas 1,39%; neste exercício, os destinos mais procurados neste segundo semestre são o Rio de Janeiro, São Paulo, Recife e Salvador, segundo pesquisa realizada pela agência de viagens online ViajaNet

Apesar da inflação acumulada nos últimos 12 meses ter ficado acima dos 8%,nNo setor de passagens aéreas, no entanto, mesmo com instabilidades, o aumento médio para o ano é menor do que o esperado: apenas 1,39%; neste exercício, os destinos mais procurados neste segundo semestre são o Rio de Janeiro, São Paulo, Recife e Salvador, segundo pesquisa realizada pela agência de viagens online ViajaNet
Apesar da inflação acumulada nos últimos 12 meses ter ficado acima dos 8%,nNo setor de passagens aéreas, no entanto, mesmo com instabilidades, o aumento médio para o ano é menor do que o esperado: apenas 1,39%; neste exercício, os destinos mais procurados neste segundo semestre são o Rio de Janeiro, São Paulo, Recife e Salvador, segundo pesquisa realizada pela agência de viagens online ViajaNet (Foto: Paulo Emílio)

Conversion - O Brasil passou por momentos difíceis em sua economia, fazendo com que a inflação surgisse em diversos produtos e que ficasse acumulada em mais de 8% nos últimos 12 meses. No setor de passagens aéreas, no entanto, mesmo com instabilidades, o aumento médio para o ano é menor do que o esperado: apenas 1,39%.

Em ano de grandes eventos acontecendo no país, especialmente no Rio de Janeiro, como as Olimpíadas e as Paralimpíadas, os destinos mais buscados para este segundo semestre foram a capital carioca, São Paulo, Recife e Salvador, segundo indicado pela pesquisa da agência de viagens online ViajaNet.

"Apesar da instabilidade econômica, os preços das passagens se mantiveram muito abaixo da inflação, permitindo que os brasileiros continuassem viajando, mantendo o setor aquecido", ressalta Gustavo Mariotto, Marketing Manager do ViajaNet.

Mesmo com muitos feriados aos finais de semana e sem a possibilidade de emendas, o setor de viagens continuou forte, indicando um grande potencial do Brasil – resultado da imagem positiva que o país passou para o mundo nos últimos anos, com suas belezas naturais e atrações culturais.

A expectativa da Black Friday, as festas do final do ano e a confiança crescente dos consumidores, indica que o setor deverá crescer ainda mais até 2017, motivado também pelos preços mais em conta mantidos pelas companhias aéreas. "A estratégia das companhias de manter preços baixos para ocupar mais assentos, mostrou-se eficiente, motivando as viagens em diversos períodos", afirma Mariotto.

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247