Pato: "Torcida precisa apoiar para o São Paulo voltar a ser campeão"

Alexandre Pato, artilheiro da equipe na temporada com 25 gols, levantou a voz para criticar o comportamento dos torcedores; “A torcida vive de momentos. Algumas vezes eu fui xingado, mas hoje algumas partes me ajudaram e apoiaram. O torcedor quer espetáculo, quer gol, mas precisa estar sempre ao lado do jogador”, disse

Alexandre Pato, artilheiro da equipe na temporada com 25 gols, levantou a voz para criticar o comportamento dos torcedores; “A torcida vive de momentos. Algumas vezes eu fui xingado, mas hoje algumas partes me ajudaram e apoiaram. O torcedor quer espetáculo, quer gol, mas precisa estar sempre ao lado do jogador”, disse
Alexandre Pato, artilheiro da equipe na temporada com 25 gols, levantou a voz para criticar o comportamento dos torcedores; “A torcida vive de momentos. Algumas vezes eu fui xingado, mas hoje algumas partes me ajudaram e apoiaram. O torcedor quer espetáculo, quer gol, mas precisa estar sempre ao lado do jogador”, disse (Foto: Luis Mauro Queiroz)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

Jornal do Brasil - A paciência do grupo de jogadores do São Paulo com a torcida está se esgotando. Após fazer campanha para que os tricolores fossem ao estádio do Morumbi, os atletas saíram de campo na quarta-feira incomodados com as vaias esporádicas e a apatia das arquibancadas na derrota por 3 a 1 para o Santos, no Morumbi. Em determinados momentos da partida era possível ouvir em alto e bom som os gritos vindos dos torcedores do Peixe.

Alexandre Pato, artilheiro da equipe na temporada com 25 gols, levantou a voz para criticar o comportamento dos torcedores. “A torcida vive de momentos. Algumas vezes eu fui xingado, mas hoje algumas partes me ajudaram e apoiaram. O torcedor quer espetáculo, quer gol, mas precisa estar sempre ao lado do jogador”, disse o atleta.

O atacante questionou a falta de paciência com os jogadores no momento em que o São Paulo enfrenta uma delicada questão política. Pato já havia declarado que as polêmicas nos bastidores têm afetado o rendimento do time dentro de campo. “A torcida tem que entender quando você tem extracampos que também podem prejudicar o time. Ela precisa nos apoiar tanto na vitória quanto na derrota”, afirmou.

O jogador ainda defendeu o lateral esquerdo Reinaldo, alvo constante das vaias e xingamentos dos torcedores. “Ninguém gosta de jogar com 20.000 pessoas te vaiando. É uma pena que isso aconteça com um jogador como o Reinaldo, que merece todo o carinho do mundo. A torcida não está feliz com ele, eu vejo isso. Mas ele é um cara que trabalha muito e os são-paulinos precisam apoiá-lo. Se a torcida não apoiar, vai demorar muito para o São Paulo ser campeão”, opinou Pato.

Apesar das reclamações com relação à torcida, o atacante acredita que a elástica derrota para o Santos refletiu exatamente o que aconteceu dentro de campo. “Foi justo o que houve. Não aproveitamos as chances que tivemos. O Santos teve duas ou três oportunidades e fez os gols. Poderíamos ter feito um resultado tão largo quanto o deles se tivéssemos concluído com o mesmo foco”, avaliou.

Para ter chances de avançar às finais da Copa do Brasil, o São Paulo terá de vencer o Santos por mais de dois gols de diferença. A próxima partida entre as equipes está marcada para a quarta-feira, dia 28, na Vila Belmiro.

O conhecimento liberta. Saiba mais

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247