Paulo Câmara defende aliança nacional entre PSB e PT

O governador de Pernambuco, Paulo Câmara (PSB), afirmou que a parte pernambucana legenda socialista que está alinhada em formalizar uma aliança com o PT em nível nacional não está isolada dentro do partido e defendeu que o PSB apoie a candidatura do ex-presidente Lula ao Planalto; "Vamos defender o apoio formal à Lula. A depender da discussão, se a opção pela neutralidade for majoritária, nós temos que entender isso", afirmou

Paulo Câmara defende aliança nacional entre PSB e PT
Paulo Câmara defende aliança nacional entre PSB e PT

Pernambuco 247 - O governador de Pernambuco, Paulo Câmara (PSB), afirmou que a parte pernambucana legenda socialista que está alinhada em formalizar uma aliança com o PT em nível nacional não está isolada dentro do partido e que o PSB deve apoiar a candidatura do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva ao Planalto . "Vamos defender o apoio formal à Lula. A depender da discussão, se a opção pela neutralidade for majoritária, nós temos que entender isso", afirmou ", após uma reunião com a presidente do PT, senadora Gleisi Hoffmann.

"A ala pernambucana do PSB é a maior do Brasil. Só por isso já saímos na frente", disse Câmara. "Vamos fazer de tudo para que essa aliança se concretize", completou. " em seguida. Ainda segundo o governador, a defesa em torno de uma aliança com o PT tem o apoio, ainda, "da maioria do partido no âmbito do Nordeste defende essa aliança e também Estados do Norte e do Centro-Oeste também e Sudeste". Câmara também destacou que conversou com o pré-candidato do PDT, Ciro Gomes, e que disse que ele está ciente do posicionamento do PSB em Pernambuco.

Para Câmara, uma aliança com o PT seria uma espécie de alívio, uma vez que a vereadora Marília Arraes (PT), que está tecnicamente empatada com ele, ficaria automaticamente da disputa pelo Palácio do Campo das Princesas, dando folego à sua campanha pela reeleição.

Para Gleisi, o posicionamento de Marília Arraes, que conta com a simpatia do ex-presidente Lula, é legítimo, mas "temos que fazer um esforço para formar um campo muito firme, para resgatar o Brasil. Temos uma decisão no partido que é por uma aliança nacional".

 

 

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247