PE consegue 100% da Emenda de Bancada para a Adutora do Agreste

O governo estadual anunciou que o Ministério da Integração liberou o restante dos recursos da Emenda da bancada de Pernambuco destinada às obras da Adutora do Agreste, no valor de R$ 58 milhões; o executivo informou que, no final de 2016, pediu à bancada que a emenda obrigatória fosse integralmente utilizada para dar continuidade às Adutora do Agreste; com esse repasse, 100% da emenda de bancada (no valor total de R$ 126 milhões) foi liberado dentro desse exercício

O governo estadual anunciou que o Ministério da Integração liberou o restante dos recursos da Emenda da bancada de Pernambuco destinada às obras da Adutora do Agreste, no valor de R$ 58 milhões; o executivo informou que, no final de 2016, pediu à bancada que a emenda obrigatória fosse integralmente utilizada para dar continuidade às Adutora do Agreste; com esse repasse, 100% da emenda de bancada (no valor total de R$ 126 milhões) foi liberado dentro desse exercício
O governo estadual anunciou que o Ministério da Integração liberou o restante dos recursos da Emenda da bancada de Pernambuco destinada às obras da Adutora do Agreste, no valor de R$ 58 milhões; o executivo informou que, no final de 2016, pediu à bancada que a emenda obrigatória fosse integralmente utilizada para dar continuidade às Adutora do Agreste; com esse repasse, 100% da emenda de bancada (no valor total de R$ 126 milhões) foi liberado dentro desse exercício (Foto: Leonardo Lucena)

Pernambuco 247 - O governo estadual anunciou nesta quarta-feira (27) que o Ministério da Integração liberou o restante dos recursos da Emenda da bancada de Pernambuco destinada às obras da Adutora do Agreste, no valor de R$ 58 milhões. 

“Conversei ontem (26), por telefone, com o ministro Hélder e mostrei a extrema a importância de entrar em 2018 com obras aceleradas, para que o Agreste pernambucano receba as águas da Transposição do Rio São Francisco até o final de março”, disse o governador Paulo Câmara (PSB).

De acordo com o chefe do executivo estadual, no final de 2016, o governo pediu à bancada que a emenda obrigatória fosse integralmente utilizada para dar continuidade às Adutora do Agreste. “A Adutora, como já disse antes, não pode parar. Essa liberação é fundamental para que a Compesa acelere a obra, que é uma das mais importantes para o Agreste pernambucano", complementou Câmara.

Com esse repasse, 100% da emenda de bancada (no valor total de R$ 126 milhões) foi liberado dentro desse exercício.

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247