PE libera R$ 25 milhões para combater o Aedes aegypti

Governo de Pernambuco anunciou investimentos de R$ 25 milhões para combater o mosquito Aedes aegypti, transmissor da dengue, chikunguyna e zika; objetivo é barrar a proliferação do mosquito e, consequentemente, frear o avanço dos casos de microcefalia que estão relacionados com o zika vírus; até o momento, já foram identificados 646 casos suspeitos de microcefalia, sendo que 211 foram confirmados. Pernambuco lidera as suspeitas com 51,8% das ocorrências; em todo o país são 1.248 casos suspeitos em 311 municípios de 14 estados

Governo de Pernambuco anunciou investimentos de R$ 25 milhões para combater o mosquito Aedes aegypti, transmissor da dengue, chikunguyna e zika; objetivo é barrar a proliferação do mosquito e, consequentemente, frear o avanço dos casos de microcefalia que estão relacionados com o zika vírus; até o momento, já foram identificados 646 casos suspeitos de microcefalia, sendo que 211 foram confirmados. Pernambuco lidera as suspeitas com 51,8% das ocorrências; em todo o país são 1.248 casos suspeitos em 311 municípios de 14 estados
Governo de Pernambuco anunciou investimentos de R$ 25 milhões para combater o mosquito Aedes aegypti, transmissor da dengue, chikunguyna e zika; objetivo é barrar a proliferação do mosquito e, consequentemente, frear o avanço dos casos de microcefalia que estão relacionados com o zika vírus; até o momento, já foram identificados 646 casos suspeitos de microcefalia, sendo que 211 foram confirmados. Pernambuco lidera as suspeitas com 51,8% das ocorrências; em todo o país são 1.248 casos suspeitos em 311 municípios de 14 estados (Foto: Paulo Emílio)

Pernambuco 247 - O Governo de Pernambuco anunciou que irá investir R$ 25 milhões em recursos do tesouro estadual no combate ao mosquito Aedes aegypti, transmissor da dengue, chikunguyna e zika. O objetivo é barrar a proliferação do mosquito e, consequentemente, frear o avanço dos casos de microcefalia que estão relacionados com o zika vírus.

Segundo o governador Paulo Câmara, R$ 5 milhões serão empregados na compra de equipamentos como EPIs, bombas costais e material de campo), R$ 5 milhões em campanhas de prevenção e os r$ 15 milhões restantes serão utilizados na estruturação de núcleos regionais de atenção às crianças com microcefalia

A rede de tratamento às crianças afetadas pela doença envolve 10 hospitais regionais e nove UPAEs Especialidades espalhadas por todas as regiões do Estado. "Não vai faltar assistência em nosso Estado", afirmou o governador Paulo Câmara (PSB), referindo-se aos tratamentos de fonoaudiologia, fisioterapia e psicologia que serão ofertados. Como o Exército colocou O seu pessoal á disposição para auxiliar no combate ao mosquito, O Governo do Estado também está avaliando o contingente pessoas necessárias para suprir a demanda imediata de 2,4 mil agentes de endemias.

Até o momento, já foram identificados 646 casos suspeitos de microcefalia, sendo que 211 foram confirmados. Pernambuco lidera as suspeitas com 51,8% das ocorrências. Em todo o país, segundo dados do Ministério da Saúde, são 1.248 casos suspeitos em 311 municípios de 14 estados. Pernambuco decretou estado de emergência em saúde por conta do problema.

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247