Pedalada contra violência à mulher reuniu mais de 600 ciclistas

Mais de 600 ciclistas participaram neste domingo do passeio ciclístico organizado pela Prefeitura com a bandeira do fim da violência contra as mulheres; percurso começou no Dique do Tororó e passou pela Avenida Centenário, Barra, Ondina, Rio Vermelho e Quartel de Amaralina, retornando pela Avenida Vasco da Gama, num total de 16 quilômetros de pedalada

Mais de 600 ciclistas participaram neste domingo do passeio ciclístico organizado pela Prefeitura com a bandeira do fim da violência contra as mulheres; percurso começou no Dique do Tororó e passou pela Avenida Centenário, Barra, Ondina, Rio Vermelho e Quartel de Amaralina, retornando pela Avenida Vasco da Gama, num total de 16 quilômetros de pedalada
Mais de 600 ciclistas participaram neste domingo do passeio ciclístico organizado pela Prefeitura com a bandeira do fim da violência contra as mulheres; percurso começou no Dique do Tororó e passou pela Avenida Centenário, Barra, Ondina, Rio Vermelho e Quartel de Amaralina, retornando pela Avenida Vasco da Gama, num total de 16 quilômetros de pedalada (Foto: Romulo Faro)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

Bahia 247 - Mais de 600 ciclistas participaram neste domingo (16) do passeio ciclístico organizado pela Prefeitura com a bandeira do fim da violência contra as mulheres.

Evento realizado pelo Escritório Municipal da Copa (Ecopa), que coordena o movimento Salvador Vai de Bike, e pela Superintendência de Políticas para as Mulheres (SPM), com apoio da Transalvador e Guarda Municipal, começou no Dique do Tororó e passou pela Avenida Centenário, Barra, Ondina, Rio Vermelho e Quartel de Amaralina, retornando pela Avenida Vasco da Gama, num total de 16 quilômetros de pedalada.

Próximo passeio ciclístico já está agendado: será no dia 30 e passará por alguns pontos históricos importantes de Salvador, já dentro da programação do Festival da Cidade, que vai celebrar os 465 anos da capital baiana, comemorados no dia 29. O roteiro, recheado de surpresas, ainda está sendo definido num parceria entre a Ecopa e a Fundação Gregório de Matos.

"Vamos realizar vários eventos desse tipo ao longo do ano para estimular o uso das bicicletas na cidade. Veja que vários grupos estiveram presentes hoje, famílias inteiras também, bem como crianças e idosos. Tudo porque houve segurança, graças ao apoio da Transalvador e Guarda Municipal, que orientaram o trânsito e os próprios ciclistas", avaliou Isaac Edington, secretário da Ecopa.

Também estiveram presentes a vice-prefeita Célia Sacramento e a cantora Margareth Menezes, que foi a madrinha do passeio. "Podem me convidar sempre que foi. Achei fantástica a iniciativa da Prefeitura. Salvador pode se tornar a cidade das bicicletas com estímulos como esse, bastante saudáveis por sinal", declarou a cantora.

O melhor de tudo é que o evento arrecadou 500 quilos de alimentos não perecíveis que serão doados para as Obras Sociais de Irmã Dulce (Osid). Os 500 primeiros ciclistas que doaram alimentos ganharam uma camisa do passeio. Quem não tinha bicicleta utilizou as "laranjinhas" do Salvador Vai de Bike. Já são 39 estações de compartilhamento espalhadas por vários pontos de Salvador e esse número vai crescer ainda mais este ano.

Superintendente da SPM, Mônica Kalile destacou a importância do passeio para a conscientização da população sobre a proteção às mulheres. "Vamos sempre promover campanhas de conscientização sobre a não violência contra as mulheres. Esse evento foi especial porque aconteceu no mês em homenagem a elas, utilizando um movimento que alia esporte e lazer a uma cultura de qualidade de vida", salientou.

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

WhatsApp Facebook Twitter Email