Pedindo CPI, manifestantes irão à casa de vereadores

A Frente de Luta pelo Transporte Público de Pernambuco, movimento que ocupou a Câmara de Vereadores do Recife, no último dia 8, promete mais uma ação para cobrar a abertura de uma CPI para o sistema de transporte público de passageiros ; em uma carta aberta, o movimento diz que os vereadores romperam um acordo que possibilitaria a implantação da Comissão e que levou a desocupação da Casa; agora os integrantes da Frente pretendem acampar em frente às residências dos vereadores até que a CPI seja instalada

RECIFE, PE - 08.08.2013: CONFRONTO/AUDIÊNCIA/TRANSPORTE/PE - Manifestantes ligado à Frente de Luta pelo Transporte Público de Pernambuco resolveram permanecer no local por tempo indeterminado .Uma audiência pública sobre Transporte Público, Mobilidade Urb
RECIFE, PE - 08.08.2013: CONFRONTO/AUDIÊNCIA/TRANSPORTE/PE - Manifestantes ligado à Frente de Luta pelo Transporte Público de Pernambuco resolveram permanecer no local por tempo indeterminado .Uma audiência pública sobre Transporte Público, Mobilidade Urb (Foto: Paulo Emílio)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

PE247 - A Frente de Luta pelo Transporte Público de Pernambuco, movimento que ocupou a Câmara de Vereadores do Recife, no último dia 8, promete mais uma ação para cobrar a abertura de uma Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) relativa ao sistema de transporte público de passageiros da capital pernambucana. Em uma carta aberta, o movimento diz que o presidente da Câmara, Vicente André Gomes (PSB), teria rompido um acordo que possibilitaria a implantação da CPI e que levou a desocupação da Casa de José Mariano, e que agora os integrantes da Frente irão acampar em frente às residências dos vereadores até que se consiga o número de assinaturas necessárias para a abertura do processo.

No documento, os integrantes do movimento sugerem que “os representantes do Estado, Prefeitura e Câmara de Vereadores tem externado que defendem interesses contrários ao povo, privilegiando uma relação promiscua com interesses privados”. Esta postura, teria sido evidenciada, na última terça-feira, quando o presidente da Casa praticamente enterrou a abertura da CPI e ainda impediu o acesso dos manifestantes aos gabinetes e e ao plenário da Câmara.

Diante desta posição, “a frente reafirma que o pedido de CPI não foi descartado e que a busca por assinaturas dos Vereadores segue, iniciamos campanha de cobrança a todos os 39 ocupantes da Câmara para que externem sua posição sobre a CPI e pressionaremos a todos pela obtenção das assinatura, utilizando da pressão popular se for necessário, inclusive com a disposição de acampar em frente a residência dos Vereadores para que respondam com sua assinatura e instaurem a CPI”, diz o documento. Ao longo desta semana, os manifestantes também prometem entregar um projeto para a implantação do Passe Livre no Recife.

 

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

WhatsApp Facebook Twitter Email