Pela primeira vez, cientistas italianos isolam vírus Zika na saliva

Um grupo de virologistas da Unidade de Operações de Microbiologia e Virologia do Hospital da Universidade de Pádua, na Itália, conseguiu isolar, pela primeira vez, o vírus Zika na saliva humana; a pesquisa foi publicada pela revista "Eurosurveillance"; segundo os pesquisadores, liderados pelo professor Giorgio Palù, o vírus estava em uma paciente na faixa dos 20 anos, que apresentava os sintomas típicos da doença, como febre, mialgia, conjuntivite e erupções cutâneas, depois de ter retornado de uma viagem à República Dominicana, no mês de janeiro

Pela primeira vez, cientistas italianos isolam vírus Zika na saliva
Pela primeira vez, cientistas italianos isolam vírus Zika na saliva

Da Ansa Brasil

Um grupo de virologistas da Unidade de Operações de Microbiologia e Virologia do Hospital da Universidade de Pádua, na Itália, conseguiu isolar, pela primeira vez, o vírus Zika na saliva humana. A pesquisa foi publicada pela revista "Eurosurveillance".

Segundo os pesquisadores, liderados pelo professor Giorgio Palù, o vírus estava em uma paciente na faixa dos 20 anos, que apresentava os sintomas típicos da doença, como febre, mialgia, conjuntivite e erupções cutâneas, depois de ter retornado de uma viagem à República Dominicana, no mês de janeiro.

Palù disse que o grupo está monitorando italianos que retornaram de países que enfrentam um surto da doença, como Brasil e a Polinésia Francesa.

O Zika havia sido isolado em outros fluídos humanos, como no leite materno, na urina e no sêmen e, por causa disso, sua transmissão foi relacionada às relações sexuais. O pesquisador informou que é cedo para determinar que seja possível fazer a transmissão da doença pela saliva. 

Conheça a TV 247

Mais de Geral

Ao vivo na TV 247 Youtube 247