Pepe Vargas é eleito presidente do PT-RS

O deputado federal Pepe Vargas foi eleito como novo presidente estadual do PT-RS para os próximos dois anos; Pepe Vargas fez 55,88% dos 578 votos válidos, o necessário para evitar o segundo turno; Ary Vanazzi, atual presidente do PT-RS, foi o segundo mais votado (34,95%), seguido de Ivar Pavan (9,27%)

Ministros da Saúde, Arthur Chioro e de Direitos Humanos, Pepe Vargas, durante laçamento da campanha sobre saúde de mulheres lésbicas e bissexuais (Fabio Rodrigues Pozzebom/Agência Brasil)
Ministros da Saúde, Arthur Chioro e de Direitos Humanos, Pepe Vargas, durante laçamento da campanha sobre saúde de mulheres lésbicas e bissexuais (Fabio Rodrigues Pozzebom/Agência Brasil) (Foto: Leonardo Lucena)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

Sul 21 - O deputado federal Pepe Vargas foi eleito, neste domingo (7), como novo presidente estadual do PT do Rio Grande do Sul para os próximos dois anos. A eleição ocorreu no Congresso Estadual do partido, realizado sábado e domingo no Teatro Dante Barone, da Assembleia Legislativa. Pepe Vargas fez 55,88% dos 578 votos válidos, o necessário para evitar o segundo turno. Ary Vanazzi, atual presidente do PT-RS, foi o segundo mais votado (34,95%), seguido de Ivar Pavan (9,27%). Após a confirmação do resultado, Pepe Vargas elogiou a gestão de Vanazzi e disse que pretende aprofundar as relações com a base para ampliar a participação da militância na condução do PT e na construção de um projeto potente para disputar as eleições de 2018 em nível estadual.

O presidente eleito afirmou que o PT gaúcho vai disputar em nível nacional para que o partido se volte novamente para os trabalhadores. Além disso, garantiu também que o PT será protagonista na luta contra as reformas Trabalhista e da Previdência e, no Rio Grande do Sul, seguirá confrontando o “projeto neoliberal do governo Sartori para evitar o sucateamento do Estado, a venda do patrimônio e o aviltamento do funcionalismo”.

O Congresso Estadual do PT reuniu cerca de 600 delegados eleitos nos PEDs municipais, realizados no início de abril, e outros 200 convidados e militantes. Durante o sábado e parte de domingo, os petistas debateram conjuntura, teses apresentadas pelas chapas e resoluções a serem encaminhadas pelos delegados gaúchos ao Congresso nacional do PT, que ocorre no início de junho em São Paulo.

No final da manhã, a militância recebeu a presidenta Dilma Rousseff que foi ovacionada aos gritos de “Volta Dilma” e “Dilma guerreira da pátria brasileira”. Dilma fez uma análise da conjuntura nacional e internacional e voltou a advertir que o golpe ainda não acabou, pedindo à militância para que se mantenha mobilizada para garantir as eleições de Lula em 2018.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como:

• Cartão de crédito na plataforma Vindi: acesse este link

• Boleto ou transferência bancária: enviar email para [email protected]

• Seja membro no Youtube: acesse este link

• Transferência pelo Paypal: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Vakinha: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Catarse: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo APOIA.se: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Patreon: acesse este link

Inscreva-se também na TV 247, siga-nos no Twitter, no Facebook e no Instagram. Conheça também nossa livraria, receba a nossa newsletter e ative o sininho vermelho para as notificações.

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247