"Pessimistas estão condenados a perder"

Indicado para assumir o Ministério do Desenvolvimento, o senador Armando Monteiro (PTB-PE) alfinetou a oposição ao governo Dilma pelas críticas à política econômica da atual gestão; "Os pessimistas no Brasil estão sempre condenados a perder. O Brasil se coloca numa posição de maior relevo do que os outros países dos Brics ou outros países emergentes. O País tem os recursos humanos necessários para que nós inauguremos um novo ciclo de crescimento na economia brasileira", afirmou

Indicado para assumir o Ministério do Desenvolvimento, o senador Armando Monteiro (PTB-PE) alfinetou a oposição ao governo Dilma pelas críticas à política econômica da atual gestão; "Os pessimistas no Brasil estão sempre condenados a perder. O Brasil se coloca numa posição de maior relevo do que os outros países dos Brics ou outros países emergentes. O País tem os recursos humanos necessários para que nós inauguremos um novo ciclo de crescimento na economia brasileira", afirmou
Indicado para assumir o Ministério do Desenvolvimento, o senador Armando Monteiro (PTB-PE) alfinetou a oposição ao governo Dilma pelas críticas à política econômica da atual gestão; "Os pessimistas no Brasil estão sempre condenados a perder. O Brasil se coloca numa posição de maior relevo do que os outros países dos Brics ou outros países emergentes. O País tem os recursos humanos necessários para que nós inauguremos um novo ciclo de crescimento na economia brasileira", afirmou (Foto: Leonardo Lucena)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

Pernambuco 247 – Indicado para assumir o Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior, o senador Armando Monteiro (PTB-PE) alfinetou a oposição ao governo da presidente Dilma Rousseff (PT) pelas críticas à política econômica da atual gestão. Ao comentar sobre o cenário político local, o petebista também negou quer tomará atitudes revanchistas contra o governador eleito de Pernambuco, Paulo Câmara, que ganhou a disputa com 68,08% dos votos válidos. O parlamentar alcançou 30,07%.

Em suas críticas à oposição no governo Dilma, Armando disse que "os pessimistas no Brasil estão sempre condenados a perder". "Quem apostar no pior, vai fazer uma aposta ruim. O Brasil se coloca numa posição de maior relevo do que os outros países dos Brics ou outros países emergentes. O País tem os recursos humanos necessários para que nós inauguremos um novo ciclo de crescimento na economia brasileira. Não é algo que seja fácil, não é uma tarefa trivial, é imensa e desafiadora, que exige esforço, disciplina e, sobretudo, compromisso com o nosso País", disse o congressista, nesta quinta-feira (11), durante confraternização da Federação das Indústrias de Pernambuco (Fiepe), no Recife (PE).

Ao falar sobre sua relação com o governo de Pernambuco, Armando afirmou que a postura crítica assumida por ele durante a campanha eleitoral pertence ao passado. Como ministro, ele afirma que adotará uma postura institucional. "O ministério não teve nenhuma guerra com Pernambuco, nem com o governo. O ministério é uma estrutura institucional. Então, a relação da pasta com o governo será institucional. Portanto será a melhor possível", acrescentou. "Vamos ter uma relação institucional, cooperativa nas medidas nacionais", declarou.

Em seu discurso, Armando disse que o ministério "tem uma agenda de crescimento e desenvolvimento". "Então, se o Brasil crescer, Pernambuco cresce. Ou seja, se o investimento se amplia, se restaura a confiança dos agentes econômicos, se você dinamiza o comércio exterior, tudo isto ajuda Pernambuco, independentemente da ação que pontualmente o ministério realize em Pernambuco", complementou.

 

 

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como:

• Cartão de crédito na plataforma Vindi: acesse este link

• Boleto ou transferência bancária: enviar email para [email protected]

• Seja membro no Youtube: acesse este link

• Transferência pelo Paypal: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Vakinha: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Catarse: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo APOIA.se: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Patreon: acesse este link

Inscreva-se também na TV 247, siga-nos no Twitter, no Facebook e no Instagram. Conheça também nossa livraria, receba a nossa newsletter e ative o sininho vermelho para as notificações.

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247