"Petistas pedem a cabeça de João Santana", diz blog

Raul Monteiro, do site Política Livre, diz que "um petista importante" relatou movimentação no diretório do PT pela saída do baiano do comando do marketing da presidente Dilma; segundo o blogueiro, parlamentares atribuem a Santana a "ideia estapafúrdia" de assembleia constituinte específica para reforma política e, parcialmente, a "dificuldade" de relação com o Planalto; "Não se pode propor uma coisa dessas sem ouvir o Congresso. Só pode ter vindo dele, que não conhece de política, do estatuto da Câmara nem de Constituição"; tem até pilhéria com o fato de Santana ser natural de Tucano, cidade do interior da Bahia

"Petistas pedem a cabeça de João Santana", diz blog
"Petistas pedem a cabeça de João Santana", diz blog

Bahia 247

Nota do jornalista Raul Monteiro afirma que "um petista importante" relatou ao site Política Livre que há um movimento quase unânime no diretório nacional do PT pela saída do marqueteiro João Santana do comando do marketing da presidente Dilma Rousseff.

Segundo Raul, o "desabafo" foi feito nesta quinta-feira no evento de lançamento do Plano Safra Semiárido, feito pela presidente no Centro de Convenções da Bahia, em Salvador.

O petista teria dito ao Política Livre que os parlamentares atribuem a João Santana a "ideia estapafúrdia" de propor assembleia constituinte específica para a reforma política e, parcialmente, a "dificuldade" de relação com o Planalto.

"Não se pode propor uma coisa dessas sem ouvir o Congresso, meu caro. Só pode ter vindo dele (João Santana), que não conhece de política, do estatuto da Câmara nem de Constituição".

Segundo Raul Monteiro, em reunião "secreta" na última segunda-feira os parlamentares mais influentes formaram um grupo determinado a pedir o afastamento do marqueteiro da articulação política do governo. Tem até brincadeira com o fato de Santana ser natural de Tucano, cidade do interior da Bahia. Abaixo a íntegra da nota do Política Livre.

Em encontro secreto, petistas pedem cabeça de Santana

Por Raul Monteiro

Durante a passagem da presidente Dilma Rousseff (PT), ontem, por Salvador, um petista importante se aproximou do repórter do Política Livre e fez um desabafo. Segundo ele, apesar de todo o esforço feito pelo governador Jaques Wagner, no evento, para levantar a bola da presidente, ela permanece profundamente isolada no governo. Ele contou que, na última segunda-feira, num encontro que não vazou à imprensa, ocorrido entre a coordenação da bancada do PT no Congresso e os ministros pertencentes ao partido, a voz comum era de que ninguém consegue saber o que a presidente está pensando neste momento de crise. "Ela não se comunica com ninguém, exceto com Aloizio Mercadante (ministro da Educação), José Eduardo Cardozo (ministro da Justiça) e João Santana", revelou. Aliás, sobre o marqueteiro baiano, fez várias críticas, atribuindo a ele a ideia que considerou "estapafúrdia" de propor uma assembleia constituinte específica para a reforma política. "Não se pode propor uma coisa dessas sem ouvir o Congresso, meu caro. Só pode ter vindo dele (João Santana), que não conhece de política, do estatuto da Câmara nem de Constituição", afirmou, acrescentando que formou-se, no encontro da última segunda-feira, um grupo determinado a pedir o afastamento de Santana da articulação política do governo. Na mesma reunião, um petista chegou a chamar Santana de "Rasputin de Tucano", uma referência ao mesmo tempo ao monge Grigori Rasputin, que, mesmo sem ter formalmente cargo no governo imperial russo, exerceu uma enorme influência na última fase de vida da dinastia Romanov, antes da Revolução Russa, e à origem baiana do marqueteiro, nascido no pobre município de Tucano.

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247