PF deflagra Operação Pulso contra fraudes na Hemobras

Operação Pulso envolve 170 agentes federais e visa desarticular uma organização criminosa quadrilha especializada em direcionar licitações e desviar recursos da Empresa Brasileira de Hemoderivados e Biotecnologia (Hemobras); investigações apontam irregularidades na construção da unidade localizada em Goiana (PE), além de fraudes e ilícitos em licitações e contratos de logística para a produção de plasma e hemoderivados; operação acontece nos Estados de Pernambuco, Paraíba, Piauí, Minas Gerais e São Paulo; Justiça também determinou o afastamento de três funcionários da estatal, sendo que dois deles fazem parte do corpo diretor da Hemobras

Operação Pulso envolve 170 agentes federais e visa desarticular uma organização criminosa quadrilha especializada em direcionar licitações e desviar recursos da Empresa Brasileira de Hemoderivados e Biotecnologia (Hemobras); investigações apontam irregularidades na construção da unidade localizada em Goiana (PE), além de fraudes e ilícitos em licitações e contratos de logística para a produção de plasma e hemoderivados; operação acontece nos Estados de Pernambuco, Paraíba, Piauí, Minas Gerais e São Paulo; Justiça também determinou o afastamento de três funcionários da estatal, sendo que dois deles fazem parte do corpo diretor da Hemobras
Operação Pulso envolve 170 agentes federais e visa desarticular uma organização criminosa quadrilha especializada em direcionar licitações e desviar recursos da Empresa Brasileira de Hemoderivados e Biotecnologia (Hemobras); investigações apontam irregularidades na construção da unidade localizada em Goiana (PE), além de fraudes e ilícitos em licitações e contratos de logística para a produção de plasma e hemoderivados; operação acontece nos Estados de Pernambuco, Paraíba, Piauí, Minas Gerais e São Paulo; Justiça também determinou o afastamento de três funcionários da estatal, sendo que dois deles fazem parte do corpo diretor da Hemobras (Foto: Paulo Emílio)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

Pernambuco 247 - A Polícia Federal deflagrou, no início da manhã desta quarta-feira (9), a Operação Pulso para desbaratar uma quadrilha especializada em direcionar licitações e desviar recursos da Empresa Brasileira de Hemoderivados e Biotecnologia (Hemobras). Investigações apontam fraudes e ilícitos em licitações e contratos de logística para a produção de plasma e hemoderivados, além de irregularidades na construção da fábrica em Goaiana (PE).

As ações estão sendo realizadas nos Estados de Pernambuco, Paraíba, Piauí, Minas Gerais e São Paulo. Os 170 agentes federais envolvidos nas operações estão cumprindo 28 mandados de busca e apreensão, além de outras 29 oitivas mediante intimações.

Também estão sendo cumpridos dois mandados de prisão temporária contra empresários que possuem negócios junto à Hemobras, sendo um deles um lobista com atuação em Pernambuco, Paraíba e também no exterior. A Justiça também determinou o afastamento de três funcionários da estatal, sendo que dois deles fazem parte do corpo diretor da Hemobras.

 

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

Cortes 247

Apoie o 247

WhatsApp Facebook Twitter Email