PF deixa sede do PT em São Paulo, após quase oito horas de buscas

Carros da Polícia Federal deixaram a sede do PT, na capital paulista, às 12h40, após o cumprimento de mandado de busca e apreensão que durou quase oito horas, no âmbito da operação Custo Brasil; um carro da PF e um do Ministério Público saíram da garagem do prédio; integrantes do partido disseram que quando a polícia chegou, no início da manhã, as portas foram abertas com a ajuda de um pé de cabra

São Paulo - Polícia Federal faz buscas na sede do PT em São Paulo (Rovena Rosa/Agência Brasil)
São Paulo - Polícia Federal faz buscas na sede do PT em São Paulo (Rovena Rosa/Agência Brasil) (Foto: Aquiles Lins)

Fernanda Cruz, da Agência Brasil - Os carros da Polícia Federal deixaram a sede do PT, na capital paulista, às 12h40, após o cumprimento de mandado de busca e apreensão que durou quase oito horas. Um carro da PF e um do Ministério Público saíram da garagem do prédio.

A ação, parte da Operação Custo Brasil, começou às 6h de hoje (23) na sede do Partido dos Trabalhadores, localizada na Rua Silveira Martins, região central, que ficou interditada para o trânsito de veículos – apenas pedestres podiam transitar pelo local.

Integrantes do partido disseram que quando a polícia chegou, no início da manhã, as portas foram abertas com a ajuda de um pé de cabra.

A Operação Custo Brasil é um desdobramento da Lava Jato e as ações são feitas em conjunto com o Ministério Público e a Receita Federal.

O objetivo é apurar o pagamento de propina, proveniente de contratos de prestação de serviços de informática, no valor de R$ 100 milhões, entre os anos de 2010 e 2015, a pessoas ligadas a funcionários públicos e agentes públicos no Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão.

Os policiais federais estão cumprindo mandados também no Paraná, Rio Grande do Sul, em Pernambuco e no Distrito Federal.

Conheça a TV 247

Mais de Geral

Ao vivo na TV 247 Youtube 247