PF liga desvios do Rodoanel a campanhas do PSDB

Relatório da Polícia Federal aponta que marqueteiros ligados a Lua Propaganda ocuparam altos cargos executivos na agência, entre 2010 e 2017, quando mantinham contratos com o Governo de São Paulo, ao mesmo tempo em que trabalharam para campanhas políticas do PSDB;  relatório integra as investigações da Operação Pedra no Caminho, que apura desvios em obras do Trecho Norte do Rodoanel em São Paulo

PF liga desvios do Rodoanel a campanhas do PSDB
PF liga desvios do Rodoanel a campanhas do PSDB

São Paulo 247 - O Laboratório de Tecnologia Contra a Lavagem de Dinheiro da Polícia Federal aponta que marqueteiros ligados a Lula Propaganda ocuparam altos cargos executivos na agência, entre 2010 e 2017, quando mantinham contratos com o Governo de São Paulo, ao mesmo tempo em que trabalharam para campanhas políticas do PSDB. O relatório, com 54 páginas, integra as investigações da Operação Pedra no Caminho, que apura desvios em obras do Trecho Norte do Rodoanel em São Paulo e que resultou em 14 pessoas denunciadas.

"Os dados extraídos de fontes oficiais (Tribunal Superior Eleitoral, Receita Federal, etc.) corroboram os relatos obtidos em fontes abertas sobre a atuação dos profissionais de publicidade nas campanhas políticas do PSDB ao mesmo tempo em que ocupavam posições de direção na Lua Propaganda, empresa com contratos com a administração paulista", diz trecho do relatório publicado no blog do jornalista Fausto Macedo, do jornal O Estado de S. Paulo.

Para a PF, "é inequívoca a relação da Lua Propaganda com diversas pessoas físicas e jurídicas que prestaram serviços ou até mesmo conduziram campanhas políticas de expressão dos governos do PSDB em 2010, 2012, 2014 e 2016". O relatório destaca, ainda que "a passagem do controle da Lua Propaganda da família de Luiz Gonzalez para a família de Nelson Biondi (3 de agosto de 2016) ocorreu em momento relativamente próximo à mudança das coordenações de campanhas eleitorais relevantes do PSDB (Alckmin em 2014 e Dória em 2016). Esta transferência de comando ocorreu na mesma direção, de Gonzalez para Biondi".

A PF observou, também, que a Lua Propaganda recebeu R$ 615.783,62 da Dersa, estatal ligada ao governo paulista e responsável pelas obras do Rodoanel. "Realizando consulta aos dados de prestações de contas das eleições de 2010, 2012, 2014 e 2016, foram identificadas 13 empresas e uma pessoa física com vínculos societários com esta pessoa jurídica (Lua). O total declarado dos serviços prestados por estas pessoas nas 4 eleições totaliza R$ 103.099.015,83", destaca o relatório.

"Segundo os dados disponíveis, o valor total recebido pela Lua no período disponível para consulta representa 25% (R$ 354.923.105,03) do total de gastos da subfunção 'Comunicação Social' (código 131) do governo paulista", complementa o documento.

 

Conheça a TV 247

Mais de Geral

Ao vivo na TV 247 Youtube 247